Cabo Verde reabre "brevemente" concurso para logótipo de candidatura da morna à UNESCO

O governo de Cabo Verde vai reabrir "brevemente" um concurso para a criação do logótipo para a candidatura da morna à UNESCO, anunciou, nesta quarta-feira, o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, citado pela Lusa.

Conforme a mesma agência de noticias, em outubro do ano passado, o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas de Cabo Verde, Abraão Vicente, apresentou o vencedor do concurso, mas no mesmo dia anunciou a sua suspensão por suspeitas de plágio da proposta vencedora. Quase cinco meses depois, a tutela da Cultura cabo-verdiana anuncia a reabertura do concurso, esperando que o processo seja conduzido com "alto sentido de Estado e profissionalismo".

Em nota de imprensa, o Ministério não indica a data exata para a reabertura, mas garantiu que as propostas entregues anteriormente serão consideradas válidas e estarão igualmente sujeitas a avaliação, "com a devida autorização dos seus proponentes".

Segundo a mesma fonte, o concurso foi suspenso depois de o semanário Expresso das Ilhas ter revelado que o desenho vencedor, da autoria do licenciado em Comunicação e Multimédia Ednezer Mestre, misturava elementos copiados de um arquivo digital e outros do logótipo para o Ano da Fé 2012-2013. O autor da proposta vencedora rejeitou as suspeitas de plágio, assegurando que criou o logótipo de raiz e admitiu avançar para Tribunal para o provar.

Em outubro do ano passado, Abraão Vicente estimou entregar, recorde-se a lusa, o processo de candidatura da morna a Património Imaterial da Humanidade até final deste ano, contando neste processo com a ajuda da equipa que preparou a candidatura portuguesa do fado.

O ministro disse também que será assinado um protocolo com Portugal para o apoio técnico à candidatura e fazer a entrega na UNESCO da candidatura a Património Cultural e Imaterial da Humanidade. Até lá, disse que Cabo Verde levará a cabo "um conjunto de ações de charme" em vários países com a realização de vários espetáculos com artistas cabo-verdianos, em Nova Iorque, Lisboa e Paris, com o objetivo de divulgar o potencial da morna, conclui a fonte que vimos citando.

Fonte: A Semana

Notícias

Santa Catarina: Autarquia inaugura ligações domiciliárias de água em Rincão

Ex-PR de São Tomé e Cabo Verde já em Luanda para observação eleitoral

Santo Antão recebe programas Start-up jovem e Fomento ao micro empreendedorismo

Adilson Gomes vai ser o novo Diretor-Geral das Artes

DGTT apresenta em Setembro o plano estratégico para o turismo

Festival de Praia d´Tedja com aposta no nacional

Requalificação da Baía das Gatas vai criar condições para atrair mais turistas e emigrantes – Augusto Neves

Ex-PM cabo-verdiano chefia missão de observadores da UA para eleições em Angola

Governo pretende “ampliar” transportes aéreos com os Açores

Santo Antão: Sodesa pode avançar depois da revisão do quadro legal sobre criação de sociedades de desenvolvimento

Época alta do turismo: Santo Antão espera receber 20 mil turistas 05

São Vicente acolhe quarta edição Carnaval de verão

Governo aprova privatização da companhia aérea cabo-verdiana

Cabo Verde beneficia do programa para melhoria dos assentamentos informais