Cabo Verde está a trabalhar “muito bem” para assumir a presidência da Comissão da CEDEAO em 2018 – vice-presidente

O vice-presidente do Parlamento da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) assegurou hoje que o país está a fazer “um bom trabalho” diplomático para assumir a presidência da Comissão em 2018.

A garantia foi dada hoje, na Cidade da Praia, por Orlando Dias, que é também deputado nacional do MpD, após ser recebido em audiência pelo Presidente da República, Jorge Caros Fonseca, em que se falou sobre a integração de Cabo Verde no espaço da CEDEAO e a diáspora cabo-verdiana em África.

“Nos últimos anos, Cabo Verde tem dado bons sinais, e neste momento está-se a fazer um bom trabalho diplomático para que Cabo Verde possa assumir a presidência da Comissão da CEDEAO em 2018”, disse defendendo que para isso será necessário o reforço da integração social, política e económica, e que o arquipélago assuma as suas responsabilidades na plenitude.

Orlando Dias, que neste momento ocupa o cargo de vice-presidente do parlamento da CEDEAO, assegurou que há grande possibilidade de Cabo Verde presidir a comissão no próximo ano, que no seu entender, o arquipélago terá mais protagonismo, terá vantagens sobretudo a nível dos projectos e programas que a comissão pode oferecer ao país.

Segundo avançou o deputado, o Governo, o Presidente da República e da Assembleia Nacional e mostraram-se disponível em colaboração para que essa integração seja efectiva.

Por outro lado, afirmou que durante o encontro tiveram também a oportunidade de falar e discutir sobre a comunidade cabo-verdiana radicado nos países africanos.

Na ocasião advogou que a comunidade em São Tomé e Príncipe requer uma atenção especial por parte das autoridades, e há necessidade de reforço das relações de cooperação com o Governo Santomense, de Angola, Guine Bissau, mas também do Senegal e Moçambique, que no seu entender são países onde a comunidade cabo-verdiana é expressiva.

Fonte: InforPress

Notícias

Mindelo: Atelier de lançamento do projecto sobre a Promoção da Economia Azul reúne principais “stakeholders” da Economia Marítima

São Vicente: Trinta formandos recebem certificados na área de guia de turismo comunitário

Santa Catarina: Assembleia Municipal com Ribeira da Barca na agenda

Santo Antão: Criação do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias traz à ilha catedráticos de Portugal

Artistas da CPLP pedem "passaporte artístico"

Cabo Verde quer afirmar-se como plataforma tecnológica de referência em África

Novo presidente da AAVT quer transformar agências de viagens

Escavações arqueológicas na Igreja de São Tiago Maior concluídas

Empresários nacionais desafiam Portugal a deslocalizar empresas para Cabo Verde

AJEC propõe plataforma de informações sobre oportunidades de investimentos

Literatura: VIII Encontro de Escritores de Língua Portuguesa acontece de 19 a 21 de Abril na UNICV

Criada equipa que vai coordenar Zona Económica Especial

Recém-criada Associação de Turismo do Maio almeja transformar a ilha num destino de excelência

Empresa alemã introduz energia das ondas do mar em Cabo Verde

Santo Antão: Representante da OMS exorta Cabo Verde a preparar-se para enfrentar emergências sanitárias

Santo Antão: Fábrica de sabonetes abre portas no Porto Novo e já cogita exportar para os EUA

Praia: Conjunto Histórico e Arqueológico da Trindade vai ser património nacional – ministro

Ilha do Fogo: Técnicos de Monumentos e Sítios do IPC na região Fogo e Brava para inventariar património cultural imóvel

Emprofac prevê um crescimento de 7% em 2018

Regionalização: Olavo Correia reposiciona-se

Ampliar o mercado africano para os países africanos

PM espera consensos necessários entre os deputados para se avançar com a Regionalização

Directora regional da OMT recomenda diversificação dos modelos de oferta turística em Cabo Verde

Dia Mundial do Teatro: Mindelact distingue jornalista Fonseca Soares com Prémio de Mérito Teatral

Capacidade de alojamento em Cabo Verde aumentou em 18% em 2017 – INE

Uma janela de oportunidade com o tempo contado

Cabo Verde entrega candidatura da morna a património mundial na UNESCO a 26 de Março

A África precisa livrar-se da "Ajuda que mata", defende autora Dambisa Moyo