Sata quer trazer turistas alemães, norteamericanos e canadianos para Cabo Verde

No total, entre 3 de Junho e 31 de Dezembro, a Sata transportou 5600 passageiros desembarcados e 5200 embarcados, nos 102 voos operados entre Praia e Ponta Delgada.

A Sata vai apostar forte no mercado cabo-verdiano em 2018. De acordo com informações avançadas por Carlos Santos, gestor de mercado de Cabo Verde, a empresa estima “crescer, e muito,” no decorrer deste ano.

“A rota começou com a questão de ligar Cabo Verde aos Estados Unidos e neste momento já são outros interesses. A macaronésia tem de ser envolvida aqui, o mercado português, o canadiano e o europeu, também, e com tudo isso vai aumentar o trafego de passageiros”, explicou aos jornalistas Carlos Santos, durante um encontro sobre o balanço das operações da companhia, que aconteceu no final da tarde de ontem na capital.

Depois de nove meses a operar no mercado  cabo-verdiano, desde 3 de Junho do ano passado, com duas ligações  semanais entre Ponta Delgada e Praia, a Sata quer começar a apostar no mercado turístico além do étnico.

“Vamos apostar no mercado alemão porque Cabo Verde é um mercado muito apeticível para os alemães”. A ideia, por exemplo, no caso dos alemães, é fazer um combinado com Açores e Cabo Verde.

Aos alemães juntam-se os canadianos, pois a Sata tem cinco ligações semanais com Toronto, no Canada, mas também outros destinos, potenciando o hub da companhia. “Ponta Delgada é o hub que dá ligação a Boston e outros mercados como Canada, Alemanha, Portugal, Madeira”, esclareceu.

O facto de Cabo Verde ter sido indicado pela CNN como um dos destinos a visitar em 2018, levou também a empresa a fechar um protocolo com a a Associação de Turismo de Santiago para trazer turistas norteamericanos para Cabo Verde.

Boston – Cabo Verde é assim um mercado importante para a Sata, não só tendo em conta que nos dois voos semanais que a companhia faz via Boston, a maioria dos passageiros que vêm no voo têm Praia como destino, mas pelo potencial turístico diversificado.

Dados que reforçam o balanço positivo destes nove meses de operação. “Tivemos uma taxa de ocupação acima dos 90% de Junho a Setembro, e entre 50 a 60%, nos restantes meses até final do ano”, referiu Carlos Santos.

No total, entre 3 de Junho e 31 de Dezembro, a Sata transportou 5600 passageiros desembarcados e 5200 embarcados, nos 102 voos que a companhia operou entre Praia – Ponta Delgada – Praia.

Fonte: A Nação

Notícias

Conselho de Ministros aprova lei que institui Zona Económica Especial de Economia Marítima em São Vicente

Missão empresarial de Cabo Verde em Portugal visita Marinha Grande para “aprender com os melhores” em investigação e design industrial

"Batuka". O novo video de Madonna com a Orquestra Batukadeiras

Ginástica Rítmica: Noa Veiga representa Cabo Verde no Mundial de Júniores na Rússia

São Tomé e Príncipe e Cabo Verde celebram acordo de supressão de vistos