Projectos financiados pelo BADEA ultrapassam seis milhões de contos

A participação do Banco Árabe para o Desenvolvimento Económico em África (BADEA) no “desenvolvimento sustentável” de Cabo Verde traduziu-se até agora em financiamento de projetos que ultrapassam 65 milhões de dólares (mais de seis milhões de contos).

Uma missão do BADEA, que está de visita a Santo Antão, no quadro lançamento do projeto de água e saneamento desta ilha, co-financiado em 84% pela instituição bancária internacional, fez um balanço dos projetos financiados em Cabo Verde, que abarcaram as ilhas de Santo Antão, Santiago e Sal.

Do pacote, destacam-se os projetos de água e saneamento de Pedra Padejo (Santa Cruz), do reforço do abastecimento de água à Cidade da Praia e do reordenamento das bacias hidrográficas de São João Baptista (Ribeira Grande de Santiago), de Alto Mira (Porto Novo) e Ribeira da Torre (Ribeira Grande de Santo Antão).

Esta semana foi lançado o projeto de água e saneamento de Santo Antão, testemunhado pela missão do BADEA, chefiada por A.Oumali, que destacou o engajamento da instituição no processo de desenvolvimento de Cabo Verde, país já contemplado com financiamentos à volta de 65,5 milhões de dólares.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Açores apoia Cabo Verde na valorização das cadeias de valor agrícolas

FIC “despede-se” da Laginha com balanço positivo

Cabo Verde lança isenções fiscais para tentar captar investimento de emigrantes

Governo e Câmaras de Comércio oficializam transferência de competências