Projectos financiados pelo BADEA ultrapassam seis milhões de contos

A participação do Banco Árabe para o Desenvolvimento Económico em África (BADEA) no “desenvolvimento sustentável” de Cabo Verde traduziu-se até agora em financiamento de projetos que ultrapassam 65 milhões de dólares (mais de seis milhões de contos).

Uma missão do BADEA, que está de visita a Santo Antão, no quadro lançamento do projeto de água e saneamento desta ilha, co-financiado em 84% pela instituição bancária internacional, fez um balanço dos projetos financiados em Cabo Verde, que abarcaram as ilhas de Santo Antão, Santiago e Sal.

Do pacote, destacam-se os projetos de água e saneamento de Pedra Padejo (Santa Cruz), do reforço do abastecimento de água à Cidade da Praia e do reordenamento das bacias hidrográficas de São João Baptista (Ribeira Grande de Santiago), de Alto Mira (Porto Novo) e Ribeira da Torre (Ribeira Grande de Santo Antão).

Esta semana foi lançado o projeto de água e saneamento de Santo Antão, testemunhado pela missão do BADEA, chefiada por A.Oumali, que destacou o engajamento da instituição no processo de desenvolvimento de Cabo Verde, país já contemplado com financiamentos à volta de 65,5 milhões de dólares.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Cabo Verde não deve competir pelo preço com outros destinos turísticos, avisa CEO da Oásis

Projeto "Volunturismo" movimenta cerca de 30 turistas para São Vicente

Santa Cruz: Autarquia quer transformar município num destino turístico de excelência

Porto Novo recebe investimentos privados nas pescas à volta de 70 mil contos

São Vicente vai acolher missão empresarial alemã com foco nas energias renováveis