UCID vai apresentar no primeiro trimestre de 2017 uma proposta de revisão da Constituição e do Código Eleitoral

A informação foi avançada pelo deputado da União Cabo-verdiana Independente e Democrática, João Santos Luís no programa da RCV Directo ao Ponto.

O Movimento para a Democracia também deve avançar com um conjunto de propostas para a revisão da Constituição e do Código Eleitoral, segundo o deputado Paulo Veiga.
No Partido Africano da Independência de Cabo Verde a questão da revisão da Constituição e do Código Eleitoral é uma possibilidade que não faz parte ainda da sua agenda prioritária. É o que se pode depreender das palavras do deputado Julião Varela.
Por estarmos praticamente no final do presente ano, os representantes dos três partidos políticos elegeram como assunto positivo de 2016 as eleições legislativas embora com argumentos diferentes.
Pela negativa apontaram o assassinato, no passado mês de Abril, de onze pessoas, oito militares e três civis, no destacamento militar de Monte Tchota, na ilha de Santiago.
Os crimes, cometidos por um militar do mesmo destacamento, entretanto condenado a 35 anos de prisão, chocaram o país e colocaram, pelos piores motivos, o nome de Cabo Verde nos principais órgãos de comunicação mundiais.
Excertos das intervenções dos deputados do MpD Paulo Veiga, do PAICV Julião Varela e da UCID João Santos Luís, no programa Directo ao Ponto da RCV que é emitido hoje às 21 horas.
Fonte: SAPO CV

Notícias

Plataforma de encontro entre quem quer investir e quem quer desenvolver projetos

Fogo: A ilha precisa de bons investimentos públicos para criar condições para os investimentos privados – Primeiro-ministro

Projeto "Turismo e comunidades: iniciativas locais de criação de emprego” apresentado hoje na Ponta do Sol

​IX edição do Mindel Summer Jazz homenageia Biús

Primeiro centro cultural de um país africano na Europa: Cabo Verde em Lisboa