São Vicente: Mindelact arranca sexta-feira no ano de “record absoluto” no número propostas recebidas e países representados

A 24ª edição do Festival Internacional de Teatro do Mindelo (Mindelact), que principia esta sexta-feira, 02 de Novembro, em São Vicente, atingiu este ano um “record absoluto” no número propostas recebidas e nos países representados.

Num editorial publicado na página oficial do evento na Internet, a organização refere que o ano passado foi um “momento de renascimento”, em que “o maior evento de artes cénicas do país e da África Ocidental”, apareceu com “fôlego redobrado”, pela primeira vez, no mês de Novembro.

Este ano, assinala a mesma fonte, é “mais difícil”, pois há que manter um nível de programação que responda às expetativas de um público “cada vez mais exigente”.

Daí a programação ser fruto de um trabalho “de mais de um ano” de curadoria e resultado, em primeiro lugar, da “incrível generosidade” dos artistas e companhias que oferecem, “de coração aberto”, o fruto do seu trabalho artístico, a sua visão do mundo, as suas inquietações e as suas esperanças.

“Uma programação que, com uma forte presença nacional, reflete também o momento rico por que passam as artes cénicas contemporâneas crioulas”, lê-se no documento que vimos citando.

Para a organização da 24ª edição do Mindelact, a um ano de completar as bodas de prata, esta é a edição “da esperança”, que deriva da consciência da importância que o Mindelact tem no panorama teatral e cultural das ilhas, da sua “influência enquanto força motriz” do teatro em Cabo Verde e, talvez “mais importante” do que isso, do seu “potencial ainda por explorar”.

“Apesar deste ano atingirmos um record absoluto no número propostas recebidas e nos países representados, acreditamos que ainda há todo um vasto mundo por descobrir, estamos por isso fortes, vivos e conscientes de que o melhor ainda está para vir”, finaliza o editorialista.

A 24ª edição do Mindelact, que terá como cabeça-de-cartaz a coreógrafa cabo-verdiana Marlene Freitas, distinguida este ano com o “Leão de Prata” no Bienal de Veneza (Itália), comporta 60 espectáculos de 38 grupos oriundos de 14 países, sendo os mais representados Cabo Verde (15 espectáculos) , Brasil (seis) e Portugal, com cinco.

Há ainda formações/workshops e “nomes sonantes” do teatro mundial que vão pisar o palco do Mindelact, como são os casos da actriz e directora brasileira Vera Holtz, com o espetáculo “Sonhos para Vestir”, o checo Radim Vizvar, para além do “conceituado crítico” Ruy Filho (São Paulo, Brasil).

Por outro lado, o Mindelact 2018 vai, igualmente, chegar a bairros e localidades mais afastadas do centro da cidade do Mindelo como Salamansa, São Pedro, Norte de Baía, Craquinha e Ribeirinha, entre outras, e terá uma extensão na Cidade da Praia com seis espetáculos.

O Festival Internacional de Teatro do Mindelo é o principal evento teatral de Cabo Verde,  “o mais importante acontecimento teatral” de toda a África Lusófona e da África Ocidental.

Além da vertente de espectáculos, promove o intercâmbio entre todos os participantes, ações de formação nas mais diversas áreas artísticas ligadas ao teatro, concertos de música, exposições de design e artes plásticas, um “Festival off” alternativo e uma programação específica dirigida às crianças, denominada de “Teatrolândia”.

Teve a sua primeira edição em 1995, só com a participação de grupos de São Vicente e Santo Antão, em 1996 teve um cunho nacional e, em 1997, internacionalizou-se.

Fonte: InforPress

Notícias

Cabo Verde não deve competir pelo preço com outros destinos turísticos, avisa CEO da Oásis

Projeto "Volunturismo" movimenta cerca de 30 turistas para São Vicente

Santa Cruz: Autarquia quer transformar município num destino turístico de excelência

Porto Novo recebe investimentos privados nas pescas à volta de 70 mil contos

São Vicente vai acolher missão empresarial alemã com foco nas energias renováveis