Regionalização: Gualberto do Rosário analisa propostas do Governo

Ajudar a sociedade a compreender e a interpretar o que é que se quer para a regionalização do país. É com este propósito que o Grupo de Reflexão para a Regionalização promoveu ontem, em São Vicente, uma conferência para socializar e analisar a proposta de lei apresentada pelo Governo.

 A análise foi feita pelo economista Gualberto do Rosário. A conferência surgeiu na sequência de vários encontros que o Grupo de Reflexão para a Regionalização tem promovido, para melhor informar a sociedade sobre os estudos.
“As propostas não são definitivas. Portanto, todos nós temos que estar preparados, enquanto sociedade civil, para dar a nossa contribuição, dizer o que achamos que está bem e o que deve ser alterado”, explicou à Rádio Morabeza.
A medida deve provocar uma profunda reforma de Estado. Por isso, o grupo espera também, com o seu contributo, ajudar o Governo e os partidos políticos.
Foram duas as propostas de regionalização apresentadas pelo Governo. Uma que inclui questões político/administrativas e a outra centrada no suporte económico/financeiro. Os debates promovidos pelo Grupo de Reflexão têm ainda como propósito recolher subsídios e apresentar uma proposta, também com base no modelo Ilha/Região.
“Temos um grupo de estudos, o Dr. Gualberto do Rosário vai dar a sua opinião sobre isso e pensamos trazer outras personalidade para depois fazer uma súmula de todas as ideias propostas, para o nosso grupo apresentar, na altura, a nossa opinião sobre o que deverá ser a regionalização”, afirmou.
O evento aconteceu esta segunda-feira passada, às 18 horas, na Universidade do Mindelo.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Próxima etapa de Cabo Verde é atingir o patamar da economia de rendimento médio e médio alto – ministro

Universidade Técnica do Atlântico já é realidade