Praias de Cabo Verde com condições para Bandeira Azul após aplicação de medidas – ONG

Todas as praias cabo-verdianas têm condições de obter a Bandeira Azul, desde que sejam implementadas medidas que garantam a qualidade das águas e das areias e afaste os cães destes espaços, segundo a representante do programa no país.

Patrícia Rendall Rocha, da Associação para a Defesa do Meio Ambiente Biosfera, membro oficial e operador nacional do programa da Fundação para a Educação Ambiental (FEA) em Cabo Verde, que atribui a Bandeira Azul, explicou que, apesar do trabalho a fazer, as praias cabo-verdianas têm condições para serem distinguidas.

Para poderem ostentar a Bandeira Azul, as praias têm de cumprir um conjunto de “requisitos de qualidade ambiental, segurança, bem-estar, infraestruturas de apoio, informação aos utentes e sensibilização ambiental”.

Cabo Verde, onde as praias são uma das principais razões para ser um destino turístico, ainda não tem nenhuma Bandeira Azul, mas a Câmara Municipal do Sal, a mais turística das ilhas, mostrou interesse e contactou a Biosfera para que esta a informasse das condições necessárias.

A Câmara Municipal do Sal pretende que a praia de Santa Maria ostente esta classificação, mas para isso terá de apresentar, tal como todas as outras, um conjunto de condições.

Além da qualidade das águas e das areias, as praias não poderão permitir animais como cães, frequentemente visíveis nestes espaços em Cabo Verde.

Patrícia Rendall Rocha reconhece que há ainda muito trabalho a fazer, nomeadamente na aplicação da lei, já que em termos legislativos existe matéria suficiente, disse.

Com vista ao desenvolvimento das condições para a candidatura do Sal, realiza-se quarta e quinta-feira, no Sal, o primeiro Workshop Nacional Bandeira Azul – Cabo Verde, onde participarão elementos do Governo cabo-verdiano e de instituições privadas e não governamentais para o esclarecimento dos critérios de candidatura ao programa Bandeira Azul da FEE.

Fonte: A Nação

Notícias

Açores apoia Cabo Verde na valorização das cadeias de valor agrícolas

FIC “despede-se” da Laginha com balanço positivo

Cabo Verde lança isenções fiscais para tentar captar investimento de emigrantes

Governo e Câmaras de Comércio oficializam transferência de competências

​FIC 2019 em “casa apertada” no adeus à Laginha