Ministério da Cultura desafia criadores a apresentar projectos para concurso “Boka Panu”

O Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas desafia os designers, artesãos, arquitectos e criativos em Cabo Verde e na diáspora a apresentar até 28 de Setembro um projecto de design para o concurso “Boka Panu”.

O concurso “Boka Panu” (técnica de tecelagem tradicional) acontece no âmbito da URDI 2018 – Feira do Artesanato e do Design de Cabo Verde. Os projectos seleccionados integrarão o Salão de Design Created in Cabo Verde, que acontece de 28 de Novembro a 2 de Dezembro, data da realização do URDI 2018.

Segundo o Ministério da Cultura, Boka Panu é um elemento estrutural na tecelagem da panaria tradicional e revela-se significativo para a nomenclatura do Salão de Design Created in Cabo Verde, como ponto de partida para criar, tecer, redesenhar e propor novas abordagens formais, partindo da matriz tradicional.

“Espera-se destes projectos uma reflexão sobre o manancial temático e criativo da panaria cabo-verdiana, enquanto modalidade do artesanato de forte carga identitária na ancestralidade da nação”, lê-se no edital lançado pelo Ministério da Cultura.

Para a mesma entidade governamental, este debruçar sobre os registos de natureza etnográfica do Centro, ricos tanto a nível da técnica aplicada como nos seus resultados artísticos, permitirá aos participantes desenvolver propostas de design que explorem não só a releitura dos padrões como a imensidão de possibilidades estética, formal e simbólica oferecidas por este legado.

Cada concorrente poderá apresentar o máximo de dois projectos, individualmente ou em grupo. Em caso de candidatura colectiva a entidade ou grupo deverá ser nomeado um representante.

O anúncio das propostas seleccionadas acontece no dia 5 Outubro deste ano.

Fonte: InforPress

Notícias

Associações açorianas vão celebrar protocolo “pioneiro” de cooperação com Cabo Verde

Fundação Maio Biodiversidade faz “balanço positivo” da campanha de protecção das tartarugas marinhas

Turismo de Cruzeiro: Santo Antão afirma-se no segmento de mercado dos navios de médio e pequeno porte

Governo lança obras de reabilitação das duas casas de Eugénio Tavares na Ilha da Brava

“Até hoje faltou um organismo capaz de dialogar com os empresários do sector turístico”