Jornalistas cabo-verdianos abraçam causa da violência sexual contra crianças e adolescentes

Um grupo de jornalistas cabo-verdianos elaboraram uma Carta de Princípios em que se comprometem a trabalhar as informações ligadas à violência sexual contra crianças e adolescentes com mais rigor e visibilidade.
A Carta, elaborada pelos 30 participantes de uma formação em matéria jornalística para a prevenção e o combate àa violência sexual contra crianças e adolescente, que decorreu quinta e sexta-feira na capital cabo-verdiana, contém 10 itens que reforçam o compromisso dos jornalistas com a causa.
Com a aprovação deste documento, os jornalistas comprometem-se ainda a usar os seus conhecimentos para auxiliar, monitorar, promover e proteger as crianças e adolescentes, colocar e manter as questões da infância na agenda, acompanhar, cobrar e responsabilizar o Governo e políticos pela adequada implementação de políticas públicas no tratamento dos problemas da infância.
A Carta de Princípios dos Jornalistas realça a necessidade de se promover o debate entre fontes diversificadas sobre causas e soluções para os problemas em discussão, disponibilização de dados estatísticos e mais informações sobre a legislação e as convenções nesta matéria.
O documento propõe também maior respeito pela privacidade das crianças e familiares, com a proteção das suas identidades, assim como o acesso aos media para que possam expressar as suas opiniões, bem como a obrigação de verificar a veracidade da informação antes da sua publicação.
A ação de formação para os profissionais dos meios de comunicação social em matéria jornalística para a prevenção e o combate à violência sexual contra crianças e adolescentes foi promovida pelo UNICEF e pelo Instituto Cabo-verdiano da Criança e Adolescente (ICCA) em parceria com a Direção Geral da Comunicação Social e Asociação Sindical dos Jornalistas Cabo-verdianos (AJOC).
Ao fim dos dois dias do seminário, os profissionais da comunicação social presentes no evento consideraram de muito “útil” os temas analisados, e decidiram adotar esta Carta de Princípios dos Jornalistas com o objetivo de estabelecer padrões éticos do jornalismo para tratar temas que envolvam crianças, incentivar os media a promover os seus direitos e a dar-lhes voz.

Fonte: PanaPress

Notícias

Conselho de Ministros aprova lei que institui Zona Económica Especial de Economia Marítima em São Vicente

Missão empresarial de Cabo Verde em Portugal visita Marinha Grande para “aprender com os melhores” em investigação e design industrial

"Batuka". O novo video de Madonna com a Orquestra Batukadeiras

Ginástica Rítmica: Noa Veiga representa Cabo Verde no Mundial de Júniores na Rússia

São Tomé e Príncipe e Cabo Verde celebram acordo de supressão de vistos