“Ilha de Santo Antão – Sabemos fazer o tempo parar” é o slogan do filme que divulga o destino turístico da ilha

Trata-se de uma iniciativa complementar ao projeto Raízes - Redes Locais para o Turismo Sustentável e Inclusivo em Santo Antão, no âmbito do projeto “Mais Turismo”, “Mais Desenvolvimento”, com o apoio Ministério do Turismo e Transportes.

“Ilha de Santo Antão – Sabemos fazer o tempo parar” é o slogan do filme promocional lançado pela Associação de Defesa do Património de Mértola (ADPM) que divulga a ilha de Santo Antão enquanto destino turístico.

De acordo com uma nota de imprensa chegada à nossa redação, este filme visa promover o turismo sustentável e inclusivo nesta ilha, apostando na valorização do património natural e cultural, de características únicas, que constituem um ativo com imenso potencial por explorar, contribuindo para a estratégia de intervenção da ADPM em Santo Antão.

Trata-se de uma iniciativa complementar ao projeto Raízes – Redes Locais para o Turismo Sustentável e Inclusivo em Santo Antão, no âmbito do projeto “Mais Turismo”, “Mais Desenvolvimento”, com o apoio do Fundo de Sustentabilidade Social para o Turismo do Ministério do Turismo e Transportes.

O projeto RAIZES é promovido pela ADPM, em parceira com a associações 14 MAIS, ADIRP e Dragoeiro, Câmaras Municipais de Paul e Porto Novo e ISCEE, contanto ainda como parceiros associados o CNAD, IEFP, Ministério de Agricultura e Ambiente, Áreas Protegidas de Santo Antão, Ministério da Economia e Universidade do Algarve.

De realçar que o número de visitantes à ilha de Santo Antão tem vindo a aumentar nos últimos anos, ascendendo a mais de 26 mil turistas em 2018.

Fonte: A Nação

Notícias

Preços da oferta turística diminuíram em termos homólogos -5,2% no segundo trimestre de 2019

Mindelo acolhe 72.º Centro de Língua Portuguesa que vai ser inaugurado quinta-feira

Brava: Master plan de turismo é o “guia maior”da planificação estratégica turística para a ilha até 2030 – edil

Novo hospital da Praia é um complemento aos hospitais de Cabo Verde e não vai substituir o HAN – PCA

Câmara Municipal do Sal apresenta plataforma “inovador” GEO Sal