Governo vai investir 2 milhões de contos no Programa completo de desencravamento em Santiago

A Sessão Solene comemorativa dos 23 anos do Município de São Domingos serviu de palco para o Primeiro-Ministro, José Ulisses Correia e Silva, anunciar que o Governo vai investir, só na ilha de Santiago, 2 milhões de contos no Programa completo de desencravamento.

“Estamos a trabalhar num programa para o desencravamento das localidades com potencial agrícola, piscatório e turístico. Existem, em quase todas as ilhas, muitas localidades com capacidade de produção agrícola, piscatória e de interesse turístico encravadas e com populações a viverem em estado de pobreza. As vias de acesso em boas condições serão estradas para a viabilização de economias locais, para a retirada de muitas famílias da pobreza e para o acesso mais facilitado à escola e aos cuidados de saúde”, avançou o Primeiro-ministro, lembrando que brevemente vai voltar a São Domingos, na sequência de um programa de visitas que abarcará todos os municípios do país.

O objetivo é desenvolver a economia da ilha e dos concelhos, condição necessária para criar emprego e gerar rendimento para as famílias. E para S. Domingos, diz Ulisses Correia e Silva, o foco é a modernização e a rentabilização da agricultura e da agroindústria, assim como a criação de condições para o desenvolvimento de um turismo verde, ecológico e de natureza.

Também, acrescentou o primeiro-ministro, o Governo vai trabalhar, em parceria com a Câmara Municipal, num forte programa de requalificação urbana, com uma intervenção macro sobre as cidades e as localidades para torná-las atrativas, organizadas, planeadas urbanisticamente, seguras, com bom nível de saneamento e educativas a nível cívico e ambiental.

O chefe do governo anunciou que, no próximo ano, deverá ainda arrancar um vasto programa de habitação social e de reabilitação de casas orientado para as localidades e famílias mais pobres, bem como um forte programa de empreendedorismo jovem, de estágios profissionais e de estímulo ao emprego, através de um sistema de janela única de atendimento.

Fonte: A Semana

Notícias

Cabo Verde não deve competir pelo preço com outros destinos turísticos, avisa CEO da Oásis

Projeto "Volunturismo" movimenta cerca de 30 turistas para São Vicente

Santa Cruz: Autarquia quer transformar município num destino turístico de excelência

Porto Novo recebe investimentos privados nas pescas à volta de 70 mil contos

São Vicente vai acolher missão empresarial alemã com foco nas energias renováveis