Freedom House: Cabo Verde é país livre, sem ameaça populista ou nacionalista

A ameaça à paz e liberdade no mundo cresceu, em 2016, devido à ascensão de partidos populistas e nacionalistas em países democráticos, como a França e Estados Unidos. Cabo Verde obtém, tal como entre 2006 e 2015, uma boa pontuação nos direitos políticos e liberdades civis.

Cabo Verde respeita os direitos políticos e as liberdades civis e está em melhor posição do que muitos países democráticos — como a África do Sul, Brasil, Coreia do Sul, Dinamarca, Estados Unidos, França, Hungria, Polónia, República Checa, Sérvia e Tunísia – que em 2016 sofreram retrocessos nesses dois indicadores de democracia e liberdade.

2016 marca, segundo o relatório da ONG Freedom House publicado nesta terça-feira, 31/1, o 11º ano consecutivo em que se regista uma queda nos indicadores democracia e liberdade, a nível global.

Continuam na lista dos não-livres, designadamente, a Nicarágua: 47, Venezuela: 30, Angola: 24, Rússia: 20, Líbia: 13, República Sarawi (Saara Ocidental) e Sudão do Sul: 4, Turquemenistão e Coreia do Norte: 3, Tibete: 1, Síria: 1, Moçambique e Turquia: 38 e Timor-Leste: 65 estão na lista intermédia (parcialmente livres).

Entre os 79-94% estão a África do Sul, Brasil, Cabo Verde, Coreia do Sul, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, França, Hungria, Polónia, República Checa, Sérvia e Tunísia.

Os melhores continuam a ser a Noruega e Suécia: 100%. O Canadá obtém 99% e Portugal 97%.

Países democráticos onde ocorreram atos de terrorismo perderam pontuação entre 2015 e 2016: França, Estados Unidos, Alemanha, Bélgica — onde, em Bruxelas, a homenagem às vítimas do terrorismo, em Março 2016, foi perturbada por infiltrados que gritavam slogans xenófobos.

Países "exportadores de migrantes" que arriscam a vida em travessias desesperadas estão entre os que têm os piores indicadores e o pior de todos é a Síria.

Fonte: A Semana

Notícias

Conselho de Ministros aprova lei que institui Zona Económica Especial de Economia Marítima em São Vicente

Missão empresarial de Cabo Verde em Portugal visita Marinha Grande para “aprender com os melhores” em investigação e design industrial

"Batuka". O novo video de Madonna com a Orquestra Batukadeiras

Ginástica Rítmica: Noa Veiga representa Cabo Verde no Mundial de Júniores na Rússia

São Tomé e Príncipe e Cabo Verde celebram acordo de supressão de vistos