Fórum de educação quer envolver todos para a qualidade do ensino nacional

O FNE é formado pelas componentes virtual e presencial, sendo que a primeira edição da presencial realiza-se de 08 a 10 de Novembro próximo

O Governo quer envolver todos os cabo-verdianos no Fórum Nacional de Educação (FNE) para atingir uma qualidade neste setor. Uma iniciativa aventada pela ministra da Educação, Maritzal Rosabal, no acto de lançamento do referido fórum.

“O fórum virtual vai-nos permitir recolher contribuições de todos, mesmo da diáspora, para que com a contribuição de todos possamos alimentar a educação e retroalimentar a sociedade sobre o que se está a fazer no setor”, disse Maritza Rosabal à imprensa.

Neste espaço, segundo aquela governante, serão debatidos grandes temas da linha geral do setor e ainda recolhidas sugestões e recomendações que possam permitir uma construção conjunta do ensino nacional.

Como exemplos, Maritza Rosabal enumera a consolidação que se quer no ensino da Língua Portuguesa, que foi estipulada desde 1993 e ainda não implementada.

“Estamos conscientes que é uma língua oficial, mas que não é a língua materna e, por isso, devemos familiarizar as crianças com esta língua de ensino”, afirmou.

Foram contemplados a questão do ensino gratuito, que no próximo ano letivo começa a ser aplicado para o 7º ano de escolaridade, e ainda o ensino pré-escolar.

O FNE é formado por duas grandes componentes, uma virtual e a outra presencial, sendo que a primeira edição da presencial será organizada de 8 a 10 de Novembro próximo, promovida pelo Ministério da Educação em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e o Banco Mundial.

O ato de apresentação das plataformas digitais do FNE (website e página de facebook), aconteceu na última sexta-feira, e contou com a presença a coordenadora residente do Sistema das Nações Unidas, Ulrika Richardson, diversos parceiros nacionais e autoridades públicas e privadas.

Fonte: A Nação

Notícias

Preços da oferta turística diminuíram em termos homólogos -5,2% no segundo trimestre de 2019

Mindelo acolhe 72.º Centro de Língua Portuguesa que vai ser inaugurado quinta-feira

Brava: Master plan de turismo é o “guia maior”da planificação estratégica turística para a ilha até 2030 – edil

Novo hospital da Praia é um complemento aos hospitais de Cabo Verde e não vai substituir o HAN – PCA

Câmara Municipal do Sal apresenta plataforma “inovador” GEO Sal