Corpo diplomático apoia Cabo Verde na organização do IV FMDEL

O corpo diplomático acreditado em Cabo Verde respondeu positivamente ao apelo feito pelo Governo cabo-verdiano para ajudar o país na organização do IV Fórum Mundial para Desenvolvimento Económico Local (FMDEL).

O evento terá lugar na capital cabo-verdiana, Praia, em outubro próximo, com a participação de governos locais, regionais e nacionais, organizações multilaterais, académicos, instituições de cooperação internacional e organizações sociais e económicas.

O embaixador da Rússia e decano do corpo diplomático em Cabo Verde, Boris Kurdyumov, garantiu que tudo vai ser feito tudo para apoiar este grande trabalho.

Em declarações à imprensa após um encontro do Governo com as missões diplomáticas e organizações internacionais acreditadas no país,  Boris Kurdyumov disse ser uma grande responsabilidade para o país receber este fórum mundial.

Segundo as previsões dos organizadores, são esperados cerca de dois mil participantes, num evento que tem como propósito promover o diálogo global sobre o Desenvolvimento Económico Local, através da partilha de experiências, reforço de alianças entre as partes envolvidas e promoção da cooperação a nível nacional.

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, mostrou-se satisfeito com o “total interesse” demonstrado pelo corpo diplomático na realização do fórum, não só na divulgação do evento, como na participação e apoio logístico.

O Governo quer que o IV FMDEL seja um evento “marcante para um Cabo Verde com capacidade de organizar e de aumentar a sua notoriedade externa”, disse.

Cabo Verde foi escolhido como país anfitrião e organizador do IV Fórum Mundial de Desenvolvimento Económico Local, a decorrer de 17 a 20 de outubro de 2017.

O FMDEL, um evento bianual, faz parte de um processo contínuo que visa facilitar o diálogo e promover intercâmbios sobre o Desenvolvimento Económico Local (DEL), bem como encorajar a cooperação concreta e promover ações conjuntas, visando a promoção da Agenda 2030.

Cabo Verde marcou presença em todas as anteriores edições do fórum, que aconteceu pela primeira vez em 2011, em Espanha, sendo que nas duas primeiras edições (em 2013 no Brasil) participou apenas como observador.

Na terceira edição, em Itália, o país foi convidado a dar a sua contribuição para o debate e a apresentar sua experiência sobre Políticas Inovadoras para a Promoção da Competitividade Regional.

Fonte: Panapress

Notícias

Preços da oferta turística diminuíram em termos homólogos -5,2% no segundo trimestre de 2019

Mindelo acolhe 72.º Centro de Língua Portuguesa que vai ser inaugurado quinta-feira

Brava: Master plan de turismo é o “guia maior”da planificação estratégica turística para a ilha até 2030 – edil

Novo hospital da Praia é um complemento aos hospitais de Cabo Verde e não vai substituir o HAN – PCA

Câmara Municipal do Sal apresenta plataforma “inovador” GEO Sal