Conservatório Nacional de Artes abre portas em Cabo Verde

O Conservatório Nacional de Artes (CNA) abre as suas portas neste domingo, 10 de abril, estando já apto para entrar em funcionamento no ano letivo 2016-2017, com as cátedras de música, dança, teatro, artes visuais e circo e uma capacidade inicial para cerca de 200 alunos, apurou a PANA de fonte segura.
O CNA é uma iniciativa do Ministério da Cultura para inserir o Ensino Artístico no Sistema Nacional de Ensino, como uma via formativa e que consiste na sistematização do ensino e da formação artística de músicos e artistas nas mais diversas áreas e onde há muito se desejava que pudesse funcionar como incubadora de talentos para quem quer seguir uma carreira artística.
Conforme salienta fonte ligada ao projeto, o CNA aposta num conceito transversal que consiste “na sistematização do ensino e da formação artística, de forma a abranger desde o despertar das aptidões no jardim infantil, às aulas de iniciação no ensino básico, ao direcionamento vocacional, à formação tecnológica e à graduação superior”.
O Conservatório também vai trabalhar com programas sociais de ensino das artes, como é o caso do Ballet Nacional, que integra todas as escolas de dança e movimentos de dança, e do Circo Nacional, que tem um programa de Circo Social com mais de 150 jovens de bairros da capital cabo-verdiana.
No domínio da música, a CNA vai iniciar logo com a abertura das Orquestras Pikinotis, com o objetivo de levar a música a todos os bairros e municípios do arquipélago cabo-verdiano.
De acordo com o ministro cessante da Cultura, Mário Lúcio Sousa, que deixou o cargo dentro de alguns dias, 80 porcento do corpo docente contratado serão professores nacionais.
Segundo ele, o corpo docente também foi pensado e estruturado e, inclusive, em julho próximo, oito músicos nacionais irão fazer estágios de músicos formadores, junto da Orquestra Geração em Lisboa, em Portugal, nos instrumentos clássicos.
Oito outros professores farão também estágios de docentes e dirigentes no Conservatório de Coimbra (Portugal), com recurso a bolsas da universidade local, disse.
Acrescentou que todas essas ações serão levadas a cabo ao abrigo de acordos já firmados com Portugal e o arquipélago espanhol das Canárias para a cooperação no ensino das artes, nomeadamente na assistência técnica com professores.
Neste sentido, sublinhou, os professores estrangeiros que irão lecionar no CNA virão em “comissão de serviço, estágios e missão técnica, no âmbito da cooperação com Portugal”,
A instituição dispõe de uma biblioteca especializada com livros de arte de todas as especialidades e livros de literatura cabo-verdiana em combinação com livros gerais e técnicos do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).        
O Conservatório está dotado de um Conselho Consultivo, que integra a Direção Nacional do Ensino, o Instituto Universitário de Educação, a Universidade de Cabo Verde, o Instituto de Emprego e Formação Profissional, o Sistema Nacional de Qualificações, o Centro de Emprego e Formação Profissional da Praia, a Direção Nacional das Artes e representantes do setor privado.
O Conselho Técnico Pedagógico integra a Orquestra Nacional, o Ballet Nacional, a Galeria Nacional das Artes, o Circo Nacional, o Teatro Nacional, para além da Direção da Escola.

Fonte: Panapress

Notícias

Próxima etapa de Cabo Verde é atingir o patamar da economia de rendimento médio e médio alto – ministro

Universidade Técnica do Atlântico já é realidade