Cabo Verde vai ter nova central fotovoltaica em setembro

Na Calheta de São Miguel, na ilha de Santiago, será instalada uma central fotovoltaica de 10 megawatts, a ser montada numa extensão superior a 20 hectares.

A Calheta de São Miguel, na ilha de Santiago, vai ver instalada, no próximo mês de setembro, uma central fotovoltaica de 10 MW (megawatts), a ser montada numa extensão superior a vinte hectares.

A informação foi avançada à imprensa pelo ministro cabo-verdiano que tutela o setor da Indústria, Comércio e Energias, no âmbito da abertura de uma conversa aberta denominada “As oportunidades de emprego no Setor de Energia no contexto de Transição Energética”, que decorreu esta quinta-feira, no Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial (CERMI), no âmbito do Dia Mundial da Energia.

Ao passar esta informação, José Gonçalves realçou que com estes investimentos, os jovens que estão a formar-se nas áreas de energias renováveis vão ter um “volume de trabalho qualificado” exigido pelo programa. “Os jovens deste município vão ter trabalho garantido nessa área”, disse o governante.

Além do parque eólico de 10 MW em Santiago, o governo de Cabo Verde conta instalar também um parque solar de 5MW n a ilha da Boa Vista.

Fonte: A Nação

Notícias

Porto Novo: Museu das Romarias pronto para receber visitas nas próximas festas de São João – ministro da Cultura

Parque Tecnológico derrapa 30% do custo inicial mas vai ajudar a transformar Cabo Verde num “país digital”, garante Governo

Conselho de Ministros aprova lei que institui Zona Económica Especial de Economia Marítima em São Vicente

Missão empresarial de Cabo Verde em Portugal visita Marinha Grande para “aprender com os melhores” em investigação e design industrial

"Batuka". O novo video de Madonna com a Orquestra Batukadeiras