Cabo Verde eleito membro do Conselho da FAO

Cabo Verde acaba de conseguir mais um feito histórico no plano internacional com a sua eleição como membro do Conselho da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), com sede em Roma.

A informação foi avançada pelo ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, que representou a Cidade da Praia na 40.ª sessão da Conferência da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura – a reunião terminou ontem (07), em Itália.

Com esta decisão, Cabo Verde passa a ser um dos quatro países africanos e dos 49 países de todos os continentes do mundo que integram o Conselho da agência especializada da ONU em alimentação e agricultura. Isto sem contar com o facto da mesma instituição tem como Diretora-geral adjunta a é ex-ministra de Cabo Verde, Helena Semedo.

"É um acontecimento muito importante para o país, que vai participar num órgão muito importante da FAO, que se reúne de dois em dois anos para aprovar as principais medidas que a organização toma entre as suas sessões plenárias", declarou o ministro Gilberto Silva aos órgãos da comunicação social.

É de salientar que as sessões da FAO são realizadas de dois em dois anos e têm como objetivo reunir os Estados membros para analisar e votar o programa de trabalho e orçamento da organização. A instituição tem sido, desde a independência nacional a esta data, um dos grandes parceiros de Cabo Verde, financiado vários projectos, principalmente nas áreas de agricultura, ambiente, florestação e segurança alimentar.

Fonte: A Semana

Notícias

Associações açorianas vão celebrar protocolo “pioneiro” de cooperação com Cabo Verde

Fundação Maio Biodiversidade faz “balanço positivo” da campanha de protecção das tartarugas marinhas

Turismo de Cruzeiro: Santo Antão afirma-se no segmento de mercado dos navios de médio e pequeno porte

Governo lança obras de reabilitação das duas casas de Eugénio Tavares na Ilha da Brava

“Até hoje faltou um organismo capaz de dialogar com os empresários do sector turístico”