Cabo Verde cria nova agência para atrair investimentos

Uma nova agência para atrazir invbestimentos acaba de ser criada em Cabo Verde, anunciou sexta-feira o Governo cabo-verdiano na cidade da Praia.

Trata-se de Cabo Verde Tradind Invest CVTI), instituição que surge no lugar da já extinta Agência Cabo-verdiana de Promoção de Investimentos-Cabo Verde Investimentos (CI), com a missão de preparar o país para atrair investimentos e ser mais eficaz nas respostas às exigências dos investidores no país.

Em declarações à imprensa, o ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fernando Eliso explicou que “o Governo decidiu, dentro da reforma do Estado, criar a CVTI porque quer “redesenhar todo o modelo para a atração de investimentos, principalmente o privado, e exportações, uma nova estratégia de divulgação de Cabo Verde no exterior e aumentar as oportunidades de investimento”.

Segundo o governante, esta medida assenta numa das prioridades da nova governação, tendo em conta a conjuntura que envolve o ambiente de negócios em Cabo Verde.

"Esta decisão era inadiável, visto que, neste momento, o ambiente institucional e competitivo do país é extremamente preocupante. Neste sentido, o Governo está a criar a CVTI no sentido de prepararmos o país para ser muito mais agressivo na atração de investimentos e muito eficaz para dar satisfação à demanda dos empresários e dos investidores", assegurou.

Realçou também que, em todos os índices internacionais, Cabo Verde está muito mal colocado em termos de atração de investimentos, pelo que, frisou, o novo Executivo, vencedor das eleições legislativas de 20 de março último, considera necessário fazer-se alguma coisa.

“O Governo está a fazer esta reforma de um modo consistente e em profundo diálogo com todos sectores e com todos os parceiros e Stakeholders (intervenientes)”, acentuou.

Garantiu ainda que esta nova agência vai trabalhar com projetos de investimentos e com orçamentos superiores a 50 milhões de escudos cabo-verdianos (cerca de 455 mil euros).

A anterior agência de promoção de investimentos (CI) tinha sido criada, em 2004, pelo anterior Governo a fim de substituir duas instituições que, até então, se ocupavam dessa tarefa no arquipélago cabo-verdiano.

Trata-se do Centro de Promoção Turística, Investimento e Exportações (PROMEX) e do Instituto de Apoio ao Desenvolvimento Industrial (IADE), especificou.

Fonte: Panapress

Notícias

Conselho de Ministros aprova lei que institui Zona Económica Especial de Economia Marítima em São Vicente

Missão empresarial de Cabo Verde em Portugal visita Marinha Grande para “aprender com os melhores” em investigação e design industrial

"Batuka". O novo video de Madonna com a Orquestra Batukadeiras

Ginástica Rítmica: Noa Veiga representa Cabo Verde no Mundial de Júniores na Rússia

São Tomé e Príncipe e Cabo Verde celebram acordo de supressão de vistos