Cabo Verde beneficia do programa para melhoria dos assentamentos informais

Cabo Verde foi recentemente selecionado como um dos 20 países do mundo que irão beneficiar do programa participativo das Nações Unidas de melhoria dos assentamentos informais, anunciou a ministra cabo-verdiana das Infraestruturas, Habitação e Ordenamento do Território, Eunice Silva.

Eunice Silva, que falava quinta-feira na cerimónia de lançamento da campanha sobre as boas práticas urbanísticas e os riscos das construções informais, adiantou que o projeto conta também com a participação da União Europeia (UE) cujo papel "foi determinante para a seleção de Cabo Verde".

A ministra indicou que a perspetiva é a de que, já no próximo ano, se comece com a execução dos trabalhos.

“É um programa que nós temos presente neste momento como referência e vai ajudar-nos também nos programas que vamos ter de seguida”, disse Eunice Silva, pedindo também o envolvimento da população no processo de correção e resolução dos problemas urbanísticos no país.

Ela lembrou que a problemática dos assentamentos informais, do ordenamento do território e requalificação urbana está destacada no programa do Governo como uma das principais áreas de intervenção junto das comunidades.

Por isso mesmo, o Governo está a trabalhar para contornar a situação para que no final do mandato se possa dizer que alguma melhoria está a acontecer.

“Nós estamos a trabalhar com as câmaras municipais e temos estado em duas frentes. Uma frente micro que tem a ver com projetos de pequena dimensão, mas que estão dentro dos bairros,  e a frente macro que é uma frente mais estruturante”, explicou.

A nível micro apontou como exemplo o Programa de Reabilitação, Requalificação e a Acessibilidade (PRRA), indicando que neste momento mais de 200 famílias estão a ter as suas casas reabilitadas.

“Esse programa vai continuar e vai desenvolver-se durante todo o ano”, disse Eunice Silva, adiantando que a seleção de Cabo Verde para beneficiar do programa participativo da ONU, o país vai ter condições para dar mais respostas às solicitações

Fonte: Panapress

Notícias

Preços da oferta turística diminuíram em termos homólogos -5,2% no segundo trimestre de 2019

Mindelo acolhe 72.º Centro de Língua Portuguesa que vai ser inaugurado quinta-feira

Brava: Master plan de turismo é o “guia maior”da planificação estratégica turística para a ilha até 2030 – edil

Novo hospital da Praia é um complemento aos hospitais de Cabo Verde e não vai substituir o HAN – PCA

Câmara Municipal do Sal apresenta plataforma “inovador” GEO Sal