Santo Antão: Municípios desejam fórum para mobilização de parcerias para viabilizar “grandes infra-estruturas”

Os municípios santantonenses querem apoiar o Governo na realização de um fórum em Santo Antão para mobilização de parcerias com vista à concretização das “grandes infra-estruturas” de que a ilha precisa, para “relançar” o seu processo de desenvolvimento.

Essa disponibilidade já foi manifestada ao Governo pelos autarcas, que dizem estar a “trabalhar ao lado do Governo” na mobilização dos investimentos que consideram “necessários” para o desenvolvimento da ilha, como é o caso do aeroporto e da segunda fase da extensão do porto do Porto Novo.

Estas são as infra-estruturas mais reivindicadas pelas autarquias, operadores económicos e santantonenses, no geral, que as consideram “cruciais” para tirar Santo Antão da “estagnação” em que se encontra, atualmente.

Acreditam que o aeroporto será capaz de “impulsionar” a economia desta ilha, que “precisa, rapidamente, estancar” a saída da sua população em direção a outras ilhas e à emigração.

O primeiro-ministro, que esteve de visita, semana passada, a Santo Antão, reafirmou “o compromisso forte” do Governo para com esta ilha em relação à construção do aeroporto.

O Governo pretende envolver o sector privado na edificação dessa obra, cujos estudos decorrem há dois anos, segundo o ministro do Turismo, Transportes e Economia Marítima, José Gonçalves.

Quanto à ampliação do porto, o Governo reconhece a importância deste investimento para a economia santantonense, mas já informou que o projeto “para já, não está na calha”.

O facto de o país estar “altamente endividado”, não comporta, “para já”, um investimento dessa envergadura, defende José Gonçalves.

O porto, inaugurado em 1962, recebeu, em 2010, obras de ampliação e modernização, passando, a partir dessa data, a receber navios cruzeiros de médio porte.

Os municípios e os operadores turísticos em Santo Antão têm insistido na necessidade de o Governo avançar com a segunda fase deste porto para estimular o turismo de cruzeiros, nesta ilha.

Fonte: Sapo CV

Notícias

Cabo Verde não deve competir pelo preço com outros destinos turísticos, avisa CEO da Oásis

Projeto "Volunturismo" movimenta cerca de 30 turistas para São Vicente

Santa Cruz: Autarquia quer transformar município num destino turístico de excelência

Porto Novo recebe investimentos privados nas pescas à volta de 70 mil contos

São Vicente vai acolher missão empresarial alemã com foco nas energias renováveis