Presidente considera que Boa Vista "tem que ser pensada numa dimensão que ultrapassa o número de habitantes”

O Presidente da República considera que a Boa Vista tem "problemas e muitos desafios pela frente”, defendendo a necessidade de “ser pensada numa dimensão que ultrapassa o número de habitantes”.

Percepão expressa no final do primeiro dia do programa da deslocação à ilha, depois de ter visitado a Delegacia de Saúde, a Escola Secundária e ainda as três localidades mais a norte, João Galego, Fundo das Figueiras e Cabeça de Tarafes.

Para o Chefe de Estado, tem que “se pensar a Boa Vista além dos habitantes,” cujo número se aproxima de duas dezenas de milhar de pessoas, mas também “como um destino turístico, com outros milhares de pessoas que a visitam”.

“Em termos de problemas de segurança, de saúde, de saneamento, há que projetar a Boa Vista numa dimensão que ultrapassa a dos seus habitantes”, entende."

Apesar dos desafios, o Presidente acredita que a ilha está “motivada a crescer e a desenvolver-se".

Falando em concreto sobre a visita que efetuou à Escola Secundária, o Chefe do Estado disse que ouviu do edil da Boa Vista que, apesar das remodelações e ampliações feitas, já se atingiu o limite de intervenções possíveis na estrutura. 

“Tendo em conta o aumento da demanda devido ao crescimento demográfico, vale pensar numa escola secundária de raiz, nova e que o edifício serviria para albergar o EBI (Ensino Básico Integrado)", defende.

Hoje, Jorge Carlos Fonseca vai visitar as obras da 2.ª Fase da Via da rotunda do Aeroporto do Rabil, rotunda de “As Pedras” e a ligação a Povoação Velha, seguida de visita ao povoado.

O Presidente desloca-se também às localidades de Estância de Baixo e Rabil e vai ainda visitar o bairro da Boa Esperança e as obras do novo assentamento a norte do mesmo bairro.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Cabo Verde não deve competir pelo preço com outros destinos turísticos, avisa CEO da Oásis

Projeto "Volunturismo" movimenta cerca de 30 turistas para São Vicente

Santa Cruz: Autarquia quer transformar município num destino turístico de excelência

Porto Novo recebe investimentos privados nas pescas à volta de 70 mil contos

São Vicente vai acolher missão empresarial alemã com foco nas energias renováveis