Turismo de Cruzeiro: Santo Antão afirma-se no segmento de mercado dos navios de médio e pequeno porte

Porto Novo, 22 Out (Inforpress) – Quatro navios de cruzeiro de médio e pequeno porte já escalaram Porto Novo, este mês de Outubro, no arranque da temporada 2019/2020, facto que, segundo os operadores, demonstra que Santo Antão está a afirmar-se neste segmento de mercado.

Albatros Eta, Hebridean Sky, Habseatic Nature e Bremen Eta, com “milhares” de turistas a bordo, escalaram o porto em Santo Antão, ao longo de Outubro, no início da temporada de cruzeiros 2019/2020, que decorre entre Outubro e Abril, facto que os operadores enaltecem, acreditando que este segmento de turismo será “um mercado importante” nesta ilha.

Trata-se de uma visão partilhada pelo próprio Governo, na pessoa do vice-primeiro-ministro, que estimou que Santo Antão poderá passar a receber dez a 20 por cento (%) dos cerca de 200 mil cruzeiristas que deverão aportar, anualmente, São Vicente, com a construção do terminal, obra que custará 30 milhões de euros.

A Enapor, a empresa que administra os portos em Cabo Verde, explica que o cais do Porto Novo, com 245 metros lineares de berço de acostagem, graças às obras de expansão e modernização, realizadas em 2011, passou a ter “todas as condições” para receber navios de cruzeiros de pequeno e médio porte.

Já com relação a navios de maiores dimensões, este porto, cuja ampliação tem vindo a ser reivindicada pelos santantonenses, está dotado de uma plataforma flutuante, que permite, com segurança, o desembarque de turistas.

Entretanto, através da sua pagina no facebook, a Enapor diz acreditar que Cabo Verde, “enquanto destino emergente”, está “a ganhar consistência” nesse segmento de mercado, fazendo parte de, pelo menos, quatro linhas de cruzeiros.

A Compagnie du Ponant, Noble Caledonia,Variety Cruise e Hapag-Lloyd já escalam, com frequência, os portos de, praticamente, todas as ilhas de Cabo Verde, incluindo Santo Antão, segundo a Enapor.

Esta empresa acredita que Cabo Verde tem “potencial” para ser “um destino de excelência” nesse tipo de turismo, desde que “todos os players” assumam o compromisso de trabalhar em rede, adoptando, “de forma positiva, orientada e profissional” o “trinómio” promoção, desenvolvimento do produto turístico e infra-estruturação.

A Enapor anuncia ainda que Mindelo fará parte da rota da volta ao mundo em 117 dias, a partir de Janeiro, do MSC Cruzeiros, que lançará o segundo MSC World Cruise, com um novo itinerário, o qual inclui Cabo Verde.

Fonte: Economia

Notícias

Açores apoia Cabo Verde na valorização das cadeias de valor agrícolas

FIC “despede-se” da Laginha com balanço positivo

Cabo Verde lança isenções fiscais para tentar captar investimento de emigrantes

Governo e Câmaras de Comércio oficializam transferência de competências