São Vicente: Vasco Martins lança livro “Cabo Verde Ressonâncias: A Morna, estudos adjutórios”

A obra, dada a estampa pela Livraria Pedro Cardoso, é dedicada à Morna e insere-se no projecto “Cabo Verde Ressonâncias”.

O livro “Cabo Verde Ressonâncias: Vol.1 (A Morna, estudos adjutórios)”, do músico e escritor Vasco Martins, é lançado esta quinta-feira, 27, às 18H00, no Centro Nacional de Artes, Artesanato e Design (CNAD), em São Vicente.

A obra, dada a estampa pela Livraria Pedro Cardoso, é dedicada à Morna e insere-se no projecto “Cabo Verde Ressonâncias” que nasceu como um estudo global e criativo dos sons e música do país, na ideia de que “tudo é independente e o que nos rodeia pode ser objecto de estudo e criatividade”.

Segundo uma nota da LPC, trata-se de uma obra que estuda a morna em todas as suas dimensões. O livro contém fac-símile da “Morna Dengosa para piano”, “Morna/Tango, 1885, partitura integral com variações”, “Partitura global de “Noites Mágicas” – versão para English Horn” e “Orquestra de Cordas”.

De referir que os primeiros estudos musicológicos da música de Cabo Verde de Vasco Martins foram publicados em 1989 no livro “A música tradicional de Cabo Verde 1- a Morna”, editado com o patrocínio da Unesco.

Vasco Martins é músico, compositor e escritor cabo-verdiano residente em São Vicente. Tem escrito 4 livros de poesia e 2 romances. No campo da música tradicional, é de assinalar a composição dos temas do disco “Coraçon Leve” celebrado pela cantora Hermínia.

Compôs a ópera “Crioulo” estreada em Lisboa no CCB. Também, faz “land concerts” como performer de música electronica.

Fonte: A Nação

Notícias

Associações açorianas vão celebrar protocolo “pioneiro” de cooperação com Cabo Verde

Fundação Maio Biodiversidade faz “balanço positivo” da campanha de protecção das tartarugas marinhas

Turismo de Cruzeiro: Santo Antão afirma-se no segmento de mercado dos navios de médio e pequeno porte

Governo lança obras de reabilitação das duas casas de Eugénio Tavares na Ilha da Brava

“Até hoje faltou um organismo capaz de dialogar com os empresários do sector turístico”