Santiago Norte: Municípios juntam-se ao MCIC para homenagear a Morna no Dia Nacional da Cultura e Comunidades

Assomada, 18 Out (Inforpress) – Os municípios de Santa Catarina, Santa Cruz e São Lourenço dos Órgãos (interior de Santiago) juntam-se à iniciativa “Serenata Cabo Verde” do Ministério da Cultura e Indústrias Criativas (MCIC) para homenagearam a Morna, candidatada à Património Imaterial da Humanidade.

A iniciativa, que decorrerá sob lema “Cultura no Coração das Ilhas: Serenata Cabo Verde”, e que vai sair à rua um pouco por todo o país, esta sexta-feira, em comemoração ao Dia Nacional da Cultura e das Comunidades, constitui igualmente, uma oportunidade para prestar homenagem a figuras cabo-verdianas que cantaram, compuseram e tocaram a morna.

Em Santa Catarina, 19 artistas vão sair à rua a partir das 16:30, também no dia que se assinala, a data do nascimento de Eugénio Tavares, para cantar e interpretar várias canções deste género musical cabo-verdiano.

De entre as mornas destacam-se “Força de Cretcheu” e “Camponesa Formosa” do próprio Eugénio Tavares, “M Cria Ser Poeta”, de Paulino Vieira, “Lua nha Testemunha”, de B.Léza,  “Biografia de um Crioulo”, de Manel d´Novas, “Torrão di Meu”, de Nhelass Spencer”; “Dez Grãozinhos de Terra”, de Jotamont, “Doce Guerra”, de Antero Simas, “Dor di Alma”, de Betu” e “Sodade di Nha Tera Saninclau”, de Armando Zeferino Soares.

Com o palco montado junto ao Centro Cultural Norberto Tavares, a “Serenata Cabo Verde” vai contar com a participação de Alino, Ana Amarante, Arlindo, Cosmoband, David Rocha, Escola de Música Eugénio Tavares, João de Sousa, Manel Tavares, Marlici Fernandes, Miguel Semedo, Naty Martins, Nhelas, Osvaldo Rocha, Sílvio Brito, Silvino Tavares, Six Finger’s, Titina, Vânia Martins e Zé di Tcharco.

Entretanto, antes da subida ao palco, os músicos irão percorrer as ruas da Assomada, no percurso entre a Praça Central, Avenida da Liberdade, Pelourinho, Praça Central, ao som de três mornas: “M Cria Ser Poeta”, “Sodad di Nha Tera Saninclau” e “Dez Grãozinhos de Terra”.

Em São Lourenço dos Órgãos, as actividades iniciam-se às 18:30, com concentração no ramal de São Jorge, donde os artistas locais, num coro rapsódico com vários repertórios de compositores como Eugênio Tavares, Manuel de Novas, B Léza, entre outros, partem rumo à praceta de João Teves, para celebrar o Dia Nacional da Cultura.

Já em Santa Cruz,  a “Serena Cabo Verde” deverá principiar às 17:00 a partir da Praça da Câmara Municipal, passando pela casa de um jovem artista falecido recentemente, onde far-se-á um minuto de silêncio em sua homenagem, seguindo-se pelo liceu local em direcção à Praça Katchás.

As actividades terão dois momentos, sendo que o primeiro vai homenagear a morna onde quatro jovens vão interpretar várias canções e o segundo será dedicado ao funaná e batuco, géneros músicas com forte tradição nesse município de interior de Santiago.

Ainda em Santa Cruz, no âmbito da celebração do Dia Nacional da Cultura, o Arquivo Nacional de Cabo Verde, em parceria com a edilidade, apresenta a exposição “A cultura cabo-verdiana na obra de Eugénio Tavares”, no Centro Katchás, com abertura prevista para a partir das 09:00.

O dia 18 de Outubro marca o aniversário do poeta Eugénio Tavares, que nasceu, precisamente, no dia 18 de Outubro de 1867. Eugénio Tavares é uma figura tida como uma importante da ilha da Brava e de Cabo Verde.

Fonte: Cultura

Notícias

Cabo Verde lança isenções fiscais para tentar captar investimento de emigrantes

Governo e Câmaras de Comércio oficializam transferência de competências

​FIC 2019 em “casa apertada” no adeus à Laginha

Operadores registam aumento de turistas com o Programa Cabo Verde Stopover