Quatro kitesurfistas cabo-verdianos ganham “wild-card” para I Etapa do Circuito Mundial

Quatro kitesurfistas cabo-verdianos conseguiram o “wild card” para representar o país na I Etapa do Circuito Mundial de Kitesurf, que se realiza de 25 de Fevereiro a 03 de Março, na ilha do Sal.

Titic, campeão nacional,  Djô Silva e Cuncunha, todos da ilha do Sal,  e Yuri Neves, da Boa Vista, conseguiram o passaporte, por serem os quatro primeiros classificados do campeonato nacional de kitesurf realizado na praia de Ponta Preta, nas disciplinas de wave e stropper, prova que envolveu 21 atletas.

Yuri Neves vai, pela primeira vez, representar a ilha do Boa Vista no circuito mundial de Kitesurf, pelo que considera tratar-se de um sonho o feito alcançado.

Sabe-se, por outro lado, que a  Nautic Sports Eventos (NSE)  formalizou a parceria com a Green Studio para garantir o “live streaming” da primeira etapa do campeonato mundial de kitesurf.

Criada com o propósito de promover provas internacionais dos desportos náuticos em Cabo Verde, a Nautic Sports Eventos garante ter neste momento um “know-how” que  lhes permite “continuar a realizar eventos de sucesso”, de modo que  Cabo Verde possa seja visto “por milhões de espetadores e potenciais visitantes em todo o seu esplendor”.

Considera a Nautic Sports Events que este “know-how” vai contribuir para a consolidação do Sal como um destino seguro e privilegiado para acolhimento de campeonatos internacionais em África”.

Liderado por Djô Silva, a NSE goza de “profundo conhecimento do desporto a nível competitivo, mas acima de tudo uma pessoa dinâmica com alto espirito empreendedor e profundo amor pelo país e em especial pela ilha do Sal”, pelo que espera cimentar a posição da ilha do Sal enquanto destino de destaque para a prática de desportos náuticos no panorama mundial.

Fonte: SAPO CV

Notícias

Dia Nacional da Cultura comemorado sob o lema “eu_génio: do legado à ficção”

Governo prevê funcionamento da Universidade Técnica do Atlântico em 2020/2021

Santiago Norte: Municípios juntam-se ao MCIC para homenagear a Morna no Dia Nacional da Cultura e Comunidades

São Nicolau: Projecto Caminhar inicia acção de capacitação em acompanhantes de “trekking”

Cabo Verde não deve competir pelo preço com outros destinos turísticos, avisa CEO da Oásis