Projecto Rota das Aldeias Rurais de Santo Antão vai sair do papel

O projecto “Rota das Aldeias Rurais de Santo Antão” vai começar a ser implementado com a disponibilização, já esta semana, dos primeiros 30% do financiamento, conforme informação prestada à Inforpress pelo deputado Armindo Luz.

Num contacto telefónico com aquele parlamentar, a Inforpress ficou a saber que “todos os dossiers já estão completos e na posse do Fundo do Turismo” e que o primeiro desembolso será efectuado até o final desta semana para a conta da Associação de Municípios de Santo Antão (AMSA).

Segundo Armindo Luz, o segundo desembolso de 30% poderá ser feito no final de Dezembro, corrente, ou em Janeiro de 2018, e esclareceu que “o projecto não tinha cabimentação orçamental em 2015 e 2016” e, por isso, foi orçamentado para 2017, homologado pelo ministro das Finanças e já tem o visto do Tribunal de Contas, emitido em Novembro de 2017.

Durante os primeiros 12 meses, o Fundo do Turismo irá acompanhar, incubar e suportar os custos para uma contabilidade organizada, nos casos em que o beneficiário não consegue suportar esses custos, além de os participantes poderem ter acesso a formação através do projecto Raízes.

Conforme o andamento dos projectos, os beneficiários poderão ter acesso a outros complementos, tais como computador, software de gestão para uma boa contabilidade organizada, entre outros.

O projecto “Rota das Aldeias Rurais de Santo Antão” vai contemplar 36 beneficiários, distribuídos por toda a ilha de Santo Antão, sendo 12 por cada concelho, e a ideia é dar sustentabilidade ao “Destino Turístico Santo Antão”, como destino de natureza, a nível nacional e internacional.

“Acredito que o projecto ‘Projecto Rota das Aldeias Rurais de Santo Antão vai sair do papel’ já está bem organizado”, afirmou o deputado Armindo Luz, eleito por Santo Antão na lista do MpD, constatando que “serão mais 36 empresários do ramo do turismo rural e de montanha, contribuindo para o aumento do rendimento das pessoas, dando oportunidades de emprego e servindo de alavanca da economia da nossa querida ilha de Santo Antão”.

Fonte: InforPress

Notícias

Dia Nacional da Cultura comemorado sob o lema “eu_génio: do legado à ficção”

Governo prevê funcionamento da Universidade Técnica do Atlântico em 2020/2021

Santiago Norte: Municípios juntam-se ao MCIC para homenagear a Morna no Dia Nacional da Cultura e Comunidades

São Nicolau: Projecto Caminhar inicia acção de capacitação em acompanhantes de “trekking”

Cabo Verde não deve competir pelo preço com outros destinos turísticos, avisa CEO da Oásis