Pequenos empreendimentos turísticos vão receber apoio e assistência técnica para obterem o selo de qualidade – IGQPI

Os pequenos empreendimentos turísticos cabo-verdianos vão receber apoio e assistência técnica, no sentido de obterem o selo de qualidade, informou hoje, na Cidade da Praia, o Instituto de Gestão da Qualidade e da Propriedade Intelectual (IGQPI).

“O projecto que está sendo implementado pelo Instituto, através dos seus parceiros, visa preparar, formar, capacitar e auditar os pequenos empreendimentos turísticos em Cabo Verde, no sentido de obterem o selo da qualidade”, explicou o presidente do IGQPI, Abraão Lopes.

Segundo Abraão Lopes, com este projecto, o IGQPI pretende, igualmente, contribuir para a melhoria da oferta turística a nível nacional.

Em declarações, o presidente do IGQPI informou também que este processo vai ser selectivo porque em Cabo Verde existem mais de 200 pequenos empreendimentos turísticos e nem todos serão abrangidos nesta primeira fase.

O número de quartos, a legalidade dos empreendimentos, a localização, o volume de negócios, são entre outros, critérios para obtenção do selo de qualidade.

O presidente do IGQPI informou, por outro lado, que o instituto já arrancou também com projectos de assistência técnica e de apoio a empresas cabo-verdianas no domínio da certificação.

“Neste momento já temos em curso a assistência técnica para certificação da fábrica de conservas SUCLA, na ilha de São Nicolau, sob norma ISO 22000, em matéria da segurança alimentar, do banco de leite materno e da cozinha do Hospital Agostinho Neto em HCCP, que integra sistemas de higiene e segurança alimentar e da central eléctrica de Palmarejo, na Cidade da Praia, em ISO 140001, uma norma que reconhece que uma empresa respeita o meio ambiente”, disse Abraão Lopes.

Estes projectos de assistência técnica e de apoio a empresas cabo-verdianas no domínio da certificação visam “mostrar às empresas cabo-verdianas o impacto da implementação do sistema de gestão da qualidade”, sublinhou Abraão Lopes.

Os projectos de assistência técnica e de apoio a empresas cabo-verdianas no domínio da certificação são financiados pelo IGQPI, através dos seus parceiros, nomeadamente a União Europeia (UE).

Fonte: InforPress

Notícias

Ponta Calhetona recebeu investimentos de cerca de 12 mil contos

NOSi Akademia recebe mais 48 estagiários

Cabo Verde Airlines começa hoje a ligar as ilhas

Ribeira das Patas Porto Novo: Grupos de mulheres apostam na transformação de frutas para garantir auto-emprego

Cabo Verde Airlines reforça voos para Lisboa com chegada de Boeing 737-300