Ministro José Gonçalves “atento” a uma solução para transporte marítimo entre Santo Antão e São Vicente

O ministro do Turismo e Transportes e da Economia Marítima, José Gonçalves, reconhece que houve “um recuo” na ligação entre Santo Antão e São Vicente mas declarou-se “atento” à procura de uma solução para o problema.

“Estamos muito atentos em procurar uma solução adequada para Santo Antão”, disse José da Silva Gonçalves, que acredita que, se calhar, uma das primeiras embarcações a chegar ao país deverá reforçar essa linha.

José Gonçalves apontou algumas características que essa embarcação deverá ter, nomeadamente ser “uma embarcação adequada em conforto, dimensão e velocidade”.

“Neste momento a companhia já identificou as soluções e espero que brevemente venha a colmatar essa dificuldade”, concluiu José da Silva Gonçalves, que falava durante a cerimónia de inauguração do Centro de Interpretação Turística da cidade da Ribeira Grande, realizada na sede da Associação 14 Mais, em Penha de França.

No que toca aos transportes aéreos a solução está, igualmente, a ser estudada com a coleta de dados na zona de Casa de Meio, arredores da cidade do Porto Novo, para aquilatar da viabilidade técnica e económica da construção de um aeroporto nesta ilha.

É que, no entender de José Gonçalves, “garantir a mobilidade e o fluxo de pessoas e bens é a forma de desenvolvimento que tem tudo para potenciar o turismo” na ilha e fazer de Santo Antão “o farol do turismo sustentável”, em Cabo Verde.

Fonte: InforPress

Notícias

SCM congratula Cabo Verde pela consagração da morna

Morna já é oficialmente Património Mundial