Mensagem da AAVTCV desperta interesse e curiosidade aos operadores e empresários russos por Cabo Verde

A representante e membro do Conselho Diretivo da Associação das Agências de Viagens e Turismo de Cabo Verde (AAVTCV), Luísa Jorgensen, já se encontra em São Petersburgo para participar na ação de promoção de Cabo Verde realizada pelo Ministério do Turismo e Transportes de Cabo Verde. Esta cabo-verdiana, que discursou perante uma audiência de operadores e empresários turísticos russos, considera que esta é uma oportunidade ímpar para apresentar o que de melhor o país tem para oferecer a um dos maiores mercados emissores de turistas no mundo e que, a julgar pelas reações e manifestações de interesse dos presentes, terá no mínimo despertado a curiosidade destes empresários por Cabo Verde.

Na sua intervenção, acontecida no sábado, Jorgensen abordou o papel da AAVTCV e o esforço da associação em alargar as nossas parcerias e mercado turístico, com a curiosidade de ter iniciado o seu discurso em russo, um “genial golpe de charme” e que terá surtido efeito bastante positivo na plateia, ela que fez os estudos universitários em Odessa, também na Rússia.

Segundo a nota remetida à Imprensa, a representante da cidade da Praia pôde ainda mostrar a diversidade e riqueza de Cabo Verde, um país, dez ilhas e dez destinos e as potencialidades de cada ilha. O Carnaval de São Vicente, as arrebatadoras paisagens compostas pelos vales e montanhas de Santo Antão, a Cidade Velha — património histórico da humanidade — a imponência do Vulcão do Fogo, foram alguns dos exemplos trazidos à baila, com Luísa Jorgensen a procurar mostrar que Cabo Verde “não é apenas sol e praia”.

Segundo a mesma fonte, foi também um momento para falar sobre a música e a riqueza cultural das Ilhas, com uma gastronomia diversificada, dando ênfase ao peixe fresco e produtos do mar tão apreciados em todo o mundo.

A ocasião providenciou ainda um disputado e participado momento de perguntas à representante da AAVTCV, que pôde ainda esclarecer sobre os programas e pacotes oferecidos por agências sediadas em Cabo Verde, onde os turistas possam combinar quatro a cinco ilhas e sobre os transportes internos (interilhas e nas ilhas) e da famosa "morabeza" crioula aliada a uma essencial comodidade que importa preservar, que é a segurança nas ilhas e que permita viagens de turistas individual e/ou em grupos com relativa tranquilidade.

Conforme a nota referida enviada a este diário digital, esta é mais uma etapa neste esforço “ingente” da AAVTCV, em alargar o mercado para as agências e proporcionar mais oportunidades de negócios para os associados.

«Estamos certos de que esta participação da AAVTCV nesta ação de promoção de Cabo Verde na Rússia, trará bons frutos num futuro próximo e continuaremos a trabalhar com a Embaixada Russa em Cabo Verde, o Governo e outros parceiros para potencializar ao máximo e consolidar os resultados desta importante investida no mercado turístico russo», garantiu a representante de Cabo Verde. Esta ação, recorde-se, aconteceu à margem da Assembleia Geral da Organização Mundial do Turismo (UNTWO). Celso Lobo

Fonte: A Semana

Notícias

Cabo Verde lança isenções fiscais para tentar captar investimento de emigrantes

Governo e Câmaras de Comércio oficializam transferência de competências

​FIC 2019 em “casa apertada” no adeus à Laginha

Operadores registam aumento de turistas com o Programa Cabo Verde Stopover