Maio: Ilha vai ser contemplada “brevemente” com o projecto ‘Conchas’ – IPC

O presidente do Instituto de Património Cultural, Jair Fernandes, garantiu hoje que a ilha do Maio vai ser contemplada, nos próximos meses, com o projeto ‘Conchas’, o que vai permitir a realização de estudos arqueólogos subaquáticos na ilha.

Jair Fernandes fez este anúncio hoje, no seu segundo dia de visita a ilha, informando que este projeto iniciou-se na ilha de Santiago, particularmente no ancoradouro da Cidade Velha, de seguida em São Francisco e depois na baía do porto da Gamboa, algo que teve a continuidade este ano na ilha de S. Vicente, graças a uma parceria com a Universidade de Cabo Verde.

Aquele responsável afiançou que existe uma “total abertura” por parte dos governantes neste setor, no sentido de se “acolher a missão e de se estender às outras ilhas”, nomeadamente Boa Vista e Maio, porque, de acordo com Jair Fernandes, a ilha do Maio alberga um grande “potencial arqueológico subaquático”, mas que ainda precisa ser explorado, valorizado e preservado.

“O que pressupõe que em breve terão aqui uma equipa de missão do projeto, porque se está a trabalhar a carta arqueológica subaquática de Cabo Verde, com duas perspetivas: uma da defesa desse legado patrimonial e a outra que é da criação do roteiro turístico subaquático, para podermos valorizar o rico potencial subaquático que Cabo Verde possui”, enfatizou.

Questionado como vai ser preservado todo o manancial que possivelmente vai ser encontrado nos mares das ilhas, Jair Fernandes fez saber que vai ser criada uma rede pluridisciplinar, que vai contar com apoio de diversos parceiros nacionais e até internacionais, no sentido de se garantir a integridade destas riquezas e não só.

Jair Fernandes frisou que o Maio pode também vir a ser contemplada com o programa ‘conchas’, para se fazer os estudos arqueológicos em termos náuticos, visto que a ilha tem muita “riqueza” subaquática que ainda não foi explorada.

Fonte: InforPress

Notícias

Associações açorianas vão celebrar protocolo “pioneiro” de cooperação com Cabo Verde

Fundação Maio Biodiversidade faz “balanço positivo” da campanha de protecção das tartarugas marinhas

Turismo de Cruzeiro: Santo Antão afirma-se no segmento de mercado dos navios de médio e pequeno porte

Governo lança obras de reabilitação das duas casas de Eugénio Tavares na Ilha da Brava

“Até hoje faltou um organismo capaz de dialogar com os empresários do sector turístico”