Lúcio Antunes regressa ao comando da seleção de futebol de Cabo Verde

O treinador Lúcio Antunes foi apresentado, esta segunda-feira, na cidade da Praia, como o novo selecionador da principal equipa de futebol de Cabo Verde, um regresso ao comando técnico dos chamdos “Tubarões Azuins”, quase três anos depois

Lúcio Antunes, que substituiu Felisberto 'Beto' Cardoso, que apresentou a demissão, depois de a seleção ter falhado a qualificação para o CAN 2017, assinou um contrato de um ano e meio com a Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), tendo como objetivo qualificar os Tubarões Azuis para o Mundial de 2018.

Neste seu regresso ao comando técnico da seleção nacional cabo-verdiana, Lúcio Antunes será auxiliado por Nelito Antunes, Bera (treinador de guarda-redes que transita da equipa anterior), e Rui Alberto, treinador do Mindelense, equipa tetracampeã de Cabo Verde.

A equipa técnica que passa a comandar os Tubarões Azuis integra ainda o antigo capitão da seleção, Nando, que terminou a carreira como futebolista profissional.

Em conferência de imprensa para anunciar a nova equipa técnica, o presidente da FCF, Vítor Osório, disse que o novo técnico será também responsável por toda a formação do futebol nacional, bem como pela escolha das equipas técnicas de todos os escalões do futebol, incluindo o futebol feminino.

"Entendeu a federação ser o momento de apostar numa nova equipa técnica e confiar essa qualificação, tarefa muito importante para o futebol nacional, ao selecionador Lúcio Antunes", adiantou Vítor Osório.

Nas suas primeiras palavras como selecionador, Lúcio Antunes garantiu que o seu objetivo principal e o da equipa técnica que lidera é vencer, "ganhar os três pontos", uma vez que só assim se poderá recuperar o apoio do público à seleção nacional.

Quando questionado pelos jornalistas se a seleção cabo-verdiana conseguirá recuperar do falhanço que foi o apuramento para a fase final do CAN 2017, o novo técnico garantiu que essa fase já está ultrapassada e que o que interessa agora é começar a preparar o jogo com o Senegal para  o apuramento ao Campeonato do Mundo de Futebol em 2018, na Rússia.

Sobre o primeiro jogo de apuramento do Grupo D, contra o Senegal, a 8 de outubro próximo, em Dakar, Lúcio Antunes destacou o valor da seleção senegalesa "com jogadores que jogam na Premier League de Inglaterra, que jogam em Itália e na Alemanha".

Mas garantiu, igualmente, que os Tubarões Azuis querem ganhar o jogo e recordou que todas as equipas partem para esta fase em igualdade pontual. "Todos começamos com zero pontos", frisou.

Para além de Cabo Verde  e Senegal, intergam ainda o Grupo D de classificação do Mundial 2018 o Burkina Faso e a África do Sul.

Apenas cinco das 20 equipas do continente africano irão ter garantido o apuramento direto para a fase final da prova que se realiza na Rússia.

Depois da sua primeira passagem em que classificou a seleção nacional cabo-verdiana para a fase final do CAN 2012, na África do Sul, Lúcio Antunes treinou a equipa do Progresso do Sambizanga, de Angola, e o Académico do Aeroporto de Sal, equipa com a qual se sagrou campeão regional

Fonte: Panapress

Notícias

Ponta Calhetona recebeu investimentos de cerca de 12 mil contos

NOSi Akademia recebe mais 48 estagiários

Cabo Verde Airlines começa hoje a ligar as ilhas

Ribeira das Patas Porto Novo: Grupos de mulheres apostam na transformação de frutas para garantir auto-emprego

Cabo Verde Airlines reforça voos para Lisboa com chegada de Boeing 737-300