Japão oferece a Cabo Verde três mil e 703 toneladas de arroz

Cabo Verde acaba de receber um donativo de três mil e 703 toneladas de arroz oferecido pelo Governo nipónico, no quadro da ajuda alimentar do Japão ao arquipélago.

De acordo com uma fonte da Agência de Regulação e Supervisão de Produtos Farmacêuticos e Alimentares (ARFA), entidade responsável pela gestão da ajuda alimentar no país, esta doação inclui três variedades de arroz, sendo mil e 851 toneladas de origem tailandesa, mil e 111 toneladas de origem japonesa e 741 toneladas de origem americana.

Dividido em seis lotes, o concurso para a alienação do donativo foi realizado, através de ato público, nas instalações da ARFA, e contou com a participação de três concorrentes, operadores comerciais, devidamente autorizados para o exercício da atividade de importador.

Em outubro do ano passado, os Governos de Cabo Verde e do Japão assinaram um acordo para a troca de notas, visando a concessão de uma assistência alimentar no valor de 180 milhões de ienes japoneses (aproximadamente 174 milhões de escudos) referente à Cooperação Financeira não-reembolsável nipónica.

Para fontes governamentais cabo-verdiana, esta assistência vai ter repercussão positiva a vários níveis, como na segurança alimentar, no apoio à balança de pagamentos e na criação de emprego, através dos fundos de contrapartida que financiam projetos no setor agrícola, em prol das camadas desfavorecidas, contribuindo para reduzir a pobreza no meio rural.

A cooperação entre o Japão e Cabo Verde, que datam desde os primórdios da independência do arquipélago, em 1975, vêm sendo fortalecida ao longo dos últimos anos.

E, para além da Assistência Alimentar, o Governo nipónico tem disponibilizado outras ajudas não reembolsáveis, para os setores de agricultura, pescas, telecomunicações, desporto, exploração e abastecimento de água, saúde, formação de quadros, transportes e infraestruturas, que visam sobretudo o combate à exclusão social e à redução da pobreza.

Fonte: Panapress

Notícias

Associações açorianas vão celebrar protocolo “pioneiro” de cooperação com Cabo Verde

Fundação Maio Biodiversidade faz “balanço positivo” da campanha de protecção das tartarugas marinhas

Turismo de Cruzeiro: Santo Antão afirma-se no segmento de mercado dos navios de médio e pequeno porte

Governo lança obras de reabilitação das duas casas de Eugénio Tavares na Ilha da Brava

“Até hoje faltou um organismo capaz de dialogar com os empresários do sector turístico”