Cabo Verde e UE estudam novas áreas de cooperação

Cabo Verde e a União Europeia (UE) estão a estudar novas áreas de cooperação, no âmbito da parceria especial. A decisão saiu da oitava reunião ministerial entre a União Europeia e Cabo Verde que decorreu no Centro Cultural do Mindelo, em São Vicente.

 

A informação foi avançada à imprensa, pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Filipe Tavares, numa conferência conjunta com o ministro dos Negócios Estrangeiros e Europeus da República da Eslováquia, Miloslav Lajčák.

Segundo Luís Filipe Tavares, esta nova etapa da relação entre o país e a UE deve acontecer por ocasião da celebração do décimo aniversário da assinatura do acordo especial.

“Quando digo nova parceria, estou a fazer referência, obviamente, ao facto de que em Maio do próximo ano estaremos a comemorar os 10 anos desta parceria especial e queremos, a partir de Maio, ter incrementado, ou pelo menos discutido, uma nova etapa nesta parceria especial, elegendo outras áreas de cooperação”, disse.

Sobre os novos sectores de cooperação, de acordo o governante, ainda não há nada definido.

“Temos que discutir com a União Europeia. Temos várias áreas importantes para nós, nomeadamente, energias renováveis, a promoção da democracia, segurança e várias outras que vamos identificar no âmbito de um estudo que vamos realizar e do diálogo político com a UE“, afirmou.

Luís Filipe Tavares destacou a disponibilidade da Comissão Europeia em reforçar as relações com o país e sublinhou que “estamos a construir uma parceria de interesse comum e queremos elevar o nível da cooperação entre a União Europeia e Cabo Verde”

A questão da parceria para a mobilidade também esteve na agenda de trabalho e segundo Luís Filipe Tavares “Cabo Verde quer trabalhar com a União Europeia para criar um espaço de circulação que facilite de facto a mobilidade entre as pessoas”.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Açores apoia Cabo Verde na valorização das cadeias de valor agrícolas

FIC “despede-se” da Laginha com balanço positivo