As mais fantásticas praias de África. Cabo Verde tem duas na lista e a melhor cotada não é a que está à espera

Com o calor a apertar as sugestões para destinos de férias fazem título em sites e publicações sobre turismo e viagens. A Flight Network, colectivo de agentes e publicações ligadas ao turismo, elaborou uma lista com as praias “mais fantásticas de África”, edição 2018. Cabo Verde conseguiu dois lugares entre as 50 escolhidas e a que está em melhor posição é uma surpresa.

Nem Santa Maria, nem Santa Mónica, e também não a praia de Mangue (Tarrafal), frequentemente apontadas como ex-libris do turismo de praia em Cabo Verde. A praia mais bem avaliada de Cabo Verde surge na 28ª posição deste ranking e é a praia de Fonte Bila (Ilha do Fogo), identificada como Praia de São Filipe.

“Um oásis seguro para quem deseja nadar em águas azuis, que banham as areias negras desta praia. A paisagem conta ainda com um vulcão ativo”, descreve a publicação.

Santa Mónica (ilha da Boa Vista), também tem lugar na lista mas queda-se pela penúltima posição (49º) porque, “embora possa a ser a praia mais deslumbrante de Cabo Verde, tem uma extensão de areia e mar de mais de 9km”  e sem vegetação.

Seicheles tem a praia número um da lista, a Anse Source d'Argent, onde a temperatura média da água é de 27ºC, e tida por uma das praias mais fotografadas do mundo. Outras quatro praias deste arquipélago estão entre as 30 melhores.

A África do Sul, com seis praias entre as 30 melhores é um dos destinos mais citados, seguida de perto pelas Maurícias. A nível dos PALOP, Moçambique é o melhor cotado, com três praias indicadas entre as 30 melhores.

O ranking, apresentado como o mais extenso catálogo de praias africanas jamais compilado, foi elaborado a partir das opiniões de 1200 jornalistas, editores, bloggers e agências.

“Essa perceção especializada garantiu que a nossa lista de praias africanas seja precisa e confiável, guiando os viajantes para destinos deslumbrantes que certamente agradarão”, diz a publicação.

Critérios como “Beleza intocada pura”, “Isolamento”, “Qualidade da Água e da Areia”, “Dias de Sol por Ano” e “Temperatura Média da Água” foram os considerados na avaliação das praias. 

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Ponta Calhetona recebeu investimentos de cerca de 12 mil contos

NOSi Akademia recebe mais 48 estagiários

Cabo Verde Airlines começa hoje a ligar as ilhas

Ribeira das Patas Porto Novo: Grupos de mulheres apostam na transformação de frutas para garantir auto-emprego

Cabo Verde Airlines reforça voos para Lisboa com chegada de Boeing 737-300