Porto Novo recebe investimentos privados nas pescas à volta de 70 mil contos

Porto Novo, Santo Antão, está prestes a receber investimentos privados nas pescas, na ordem dos 70 mil contos, a cargo do investidor norueguês Geir Eriksen, que, numa primeira fase, pretende transformar o pescado para o mercado nacional.

Os investimentos incidem, nesta fase, na recuperação e equipamento da unidade de transformação do pescado no Porto Novo, instalada, em 2015, pela edilidade portonovense, no âmbito da cooperação japonesa, que não chegou a funcionar, devido, precisamente, a problemas de equipamentos.

Nos próximos dois anos, este empresário promete alargar os investimentos no Porto Novo para um montante à volta de um milhão de contos, com a aposta na transformação do pescado para o mercado internacional e na construção de um cais de pesca, para dar suporte ao empreendimento.

A Câmara Municipal do Porto Novo disse acreditar na concretização, já a partir de 2019, dos investimentos na unidade de transformação do pescado, previstos desde 2018, no âmbito de um memorando assinado entre a edilidade e Geir Eriksen.

Este projecto faz parte de um pacote de investimentos privados “já engajados” para o município do Porto Novo, nos diferentes domínios, como a pesca, turismo, agricultura industrial e energias renováveis, que “ultrapassam de longe” os dois milhões e meio de contos.

A nível do turismo, o investidor Marcel Van der Schild, da Holanda, tem tudo acertado com os responsáveis municipais para erguer, nas imediações da praia balnear de Curraletes, um resort de médio porte.

Fonte: noticias.sapo.cv

Notícias

Açores apoia Cabo Verde na valorização das cadeias de valor agrícolas

FIC “despede-se” da Laginha com balanço positivo

Cabo Verde lança isenções fiscais para tentar captar investimento de emigrantes

Governo e Câmaras de Comércio oficializam transferência de competências