Operadores turísticos confiantes no impacto da ligação aérea Angola-Cabo Verde

O presidente da Associação de Agências de Viagens e Turismo de Cabo Verde (AAVTCV) disse ontem esperar que a ligação aérea Angola-Sal, a retomar em abril, seja o “primeiro passo” para a dinamização do turismo entre os dois países.

Mário Sanches falava aos jornalistas à margem da I Conferência Ministerial sobre o Transporte Aéreo e o Turismo em África que começou hoje na ilha cabo-verdiana do Sal, contando com representantes de 54 países africanos.

Citado pela agência de notícias cabo-verdiana, Inforpress, Mário Sanches mostrou-se otimista com o restabelecimento da ligação aérea entre Angola e Cabo Verde, que deverá acontecer no próximo mês, assim como com as ligações já em curso com o Senegal.

Na sua opinião, estes países dispõem de ofertas turísticas que podem potenciar viagens aos cidadãos dos respetivos Estados.

“São países que podem oferecer outro tipo de turismo que nos permitirá fazer a conexão”, disse.

O presidente da AAVTCV disse que uma das pretensões desta associação é que as agências cabo-verdianas “comecem também a fazer o turismo com os países africanos”.

Sobre o evento que hoje arrancou no Sal, Mário Sanches disse que prestigia o país e valoriza o “enorme trabalho” que tem sido feito no arquipélago em setores “estratégicos e importantes” como os transportes aéreos e o Turismo.

Por seu lado, o ministro adjunto do primeiro-ministro para a Integração Regional, Júlio Herbert, presente no evento, realçou a importância destes dois setores dialogarem.

“Nós queremos acreditar que, com esta conferência sobre o transporte aéreo e o turismo em África, os países irão debruçar-se, ao nível dos seus governos, sobre as modalidades mais apropriadas para colocarem estes dois setores a dialogarem, porque estão condenados a estarem juntos e sem este diálogo será muito difícil integrar o mercado”, disse.

Organizada pelo Governo de Cabo Verde, esta conferência da Organização Internacional da Aviação Civil (ICAO) e da Organização Mundial do Turismo (OMT), reúne todos os países da África e os promotores contam com um recorde de participações ministeriais.

No encontro, que decorre em Santa Maria, ilha do Sal, irá ser feito “um balanço do caminho percorrido e dos ganhos alcançados nestes dois setores e desenvolver soluções pragmáticas com foco no futuro, procurando meios credíveis que permitam aos Estados africanos maximizar e equilibrar os benefícios do futuro desenvolvimento dos serviços turísticos e de transporte aéreo no continente”, segundo nota do executivo cabo-verdiano.

Além de ministros do Transporte Aéreo e Aviação Civil e ministros do Turismo de todo o continente africano, marcarão presença dirigentes da ICAO e da OMT, altos funcionários governamentais, bem como especialistas desses setores e representantes de organismos internacionais e regionais africanos.

Fonte: A Nação

Notícias

Porto Novo: Museu das Romarias pronto para receber visitas nas próximas festas de São João – ministro da Cultura

Parque Tecnológico derrapa 30% do custo inicial mas vai ajudar a transformar Cabo Verde num “país digital”, garante Governo

Conselho de Ministros aprova lei que institui Zona Económica Especial de Economia Marítima em São Vicente

Missão empresarial de Cabo Verde em Portugal visita Marinha Grande para “aprender com os melhores” em investigação e design industrial

"Batuka". O novo video de Madonna com a Orquestra Batukadeiras