Lisboa ganha Casa da Cultura de Cabo Verde

Os primeiros-ministros português e cabo-verdiano inauguraram terça-feira, em Lisboa, o espaço onde vai funcionar, a partir de agora, a Casa da Cultura de Cabo Verde, um projeto que foi uma promessa de António Costa ainda no período em que foi presidente da Câmara da capital portuguesa.

Além de António Costa e do chefe do executivo cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, estiveram presentes na cerimónia o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, e o ministro da Cultura de Cabo Verde, Abraão Vicente. Durante o ato, foi assinado um protocolo de cedência do espaço. 

A Casa da Cultura está instalada na antiga sede da UCCLA (União das Cidades Capitais Luso-Africanas), na Rua de São Bento.

"Palavra dada, palavra honrada", começou por dizer Fernando Medina, numa intervenção em que frisou que a criação daquele espaço cultural foi um projeto inicialmente pensado pelo seu antecessor na presidência da Câmara de Lisboa.

António Costa,Primeiro-Ministro português, por seu lado, entende que o local é "seguramente uma grande aspiração dos portugueses" e disse esperar "que também o seja da parte dos cabo-verdianos".

"Se há algo que os portugueses admiram é a cultura cabo-verdiana, a sua música, literatura ou artes plásticas. Lembro-me bem do momento de grande emoção em Portugal quando Cesária Évora faleceu. A cultura de Cabo Verde é hoje uma cultura universal", salientou o primeiro-ministro português.

Ulisses Correia e Silva elogiou a escolha da Rua de São Bento para sede do centro cultural, sobretudo pela sua proximidade face a elementos mais antigos da comunidade cabo-verdiana, e deixou em seguida um recado dirigido a Fernando Medina: "Espero que este centro cultural faça parte do roteiro turístico de Lisboa".

Antes, o ministro da Cultura, Abrãao Vicente, tinha já defendido a ideia de que Lisboa deve ser a capital da diáspora cabo-verdiana, tendo prometido empenhar-se no sentido de promover naquele espaço "o melhor que há da cultura cabo-verdiana".

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

As razões da queda do turismo cabo-verdiano

Sal recebe 37% dos recursos do Fundo do Turismo - PM

Projectos financiados pelo BADEA ultrapassam seis milhões de contos

Grupo TUI constrói hotel de cinco estrelas no Sal