Governo vai gastar 50 mil contos para requalificar o Centro de Artesanato de Mindelo

O Governo de Cabo Verde vai gostar 50 mil contos para requalificar o Centro Nacional de Artesanato e Design na cidade do Mindelo. O anúncio foi feito pelo Primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, durante a sua recente visita ao centro.

Correia e Silva, que acompanhado do ministro da Cultura Abraão Vicente esteve na terça-feira ultima no local, garantiu que o projeto de requalificação arquitetónica do Centro Nacional de Artesanato e Design é desenvolvido pelo arquiteto Ramos Castelhano, está dividido em três estruturas e avaliado em 50 mil contos. Está dividido em três estruturas, avaliado em 50 mil contos e deve arrancar no próximo ano.

“Aqui já existe um trabalho extraordinário e de grande qualidade para ser comercializado tanto no mercado turístico nacional como internacional. Por isso, vale a pena canalizar todo o esforço na concretização deste projeto. Os artesões e os artistas podem contar com o nosso empenho e investimento neste sentido”, expressou.

Conforme o site do Governo, Ulisses Correia e Silva assegurou que neste momento o projeto está a ser socializado e que o seu financiamento estará garantido no orçamento do Estado do próximo ano. “Há vontade política para isso”, conclui o chefe do governo, para quem São Vicente merece um edifício emblemático, com conteúdo e potencial para dinamizar a economia local.

Fonte: A Semana

Notícias

Preços da oferta turística diminuíram em termos homólogos -5,2% no segundo trimestre de 2019

Mindelo acolhe 72.º Centro de Língua Portuguesa que vai ser inaugurado quinta-feira

Brava: Master plan de turismo é o “guia maior”da planificação estratégica turística para a ilha até 2030 – edil

Novo hospital da Praia é um complemento aos hospitais de Cabo Verde e não vai substituir o HAN – PCA

Câmara Municipal do Sal apresenta plataforma “inovador” GEO Sal