Carnaval do Mindelo: Vindos do Oriente é o grande vencedor

O carnaval mindelense culminou, nesta quarta-feira das cinzas, com o Vindos do Oriente a conquistar o título de campeão 2017. Como tinha previsto o Asemanaonline, o grupo derrotou o seu rival mais direto, Monte Sossego, que ficou em segundo lugar. Mas alguns críticos acham que devia ser classificado como o melhor grupo do ano, contestando a decisão do juri

Com um enredo focado na «na rota de seda», o primeiro classificado do carnaval 2017 em S. Vicente venceu com apenas três pontos de diferença em relação ao Monte Sossego e recebeu o prémio monetário de 500 contos. Vindos do Oriente conquistou ainda os prémios de 2ª Dama (Maira Brito) e 1ª Dama (Vera Spencer).

«Empenhamos para apresentar obras de qualidade na avenida. Por isso, esperávamos ganhar e estamos satisfeitos com isso», reagiu assim o responsável Emanuel Rodrigues. Isto apesar de alguns críticos que acham que o Monte Sossego devia ser classificado como o melhor grupo do ano, contestando assim a decisão do júri.

Ou seja, o Monte Sossego não conseguiu revalidar o título de campeão, apesar de ter trabalho para o efeito. Teve como enredo «a rota da emigração» e classificou-se em segundo lugar. Além disso, conquistou mais quatro grandes títulos: Melhor Música, “Nôs emigrasson” (Constantino Cardoso), Melhor Carro Alegórico (pesca da baleia), Rainha (Andreia Teixeira) e Rei (Agnelo de Oliveira) do Carnaval 2017.

«Trabalhamos para ganhar e o público apreciou o produto que apresentamos. Mas respeitamos a decisão do júri, que é soberano. Vamos continuar a trabalhar ardentemente para fazer um melhor carnaval», comentou o responsável do grupo Augusto Duarte.

Outros resultados e prémios
O terceiro lugar do carnaval 2017 no Mindelo coube ao grupo Cruzeiros do Norte. Arrebatou ainda os prémios de Rainha da Bateria (Edivânia Ramos), Mestre-Sala (João Carlos Silva) e Porta-Bandeira (Cátia Pereira).

Na Cauda da classificação, ficou Flores do Mindelo, que não escondeu ter passado por várias dificuldades até participar no desfile oficial dos grandes blocos.

Mas houve também reconhecimento público a figuras e entidades locais. A comissão organizadora do Carnaval 2017 decidiu, segundo o júri, agraciar a Escola de Samba Tropical e a Marcha da Néne e Amigos – Néné é figura de Mindelo que reside actualmente nos Açores (Portugal) - com prémios especiais de participação na festa.

Em jeito de balanço, o presidente da Câmara de S. Vicente destacou que «a festa decorreu com muita emoção alegria e civismo», tendo por isso parabenizado os mindelenses e parceiros da autarquia. Augusto Neves prometeu trabalhar com todos para se promover «o carnaval como um grande produto de qualidade que movimenta a economia mindelense e continuar a ser uma referência internacional».

Fonte: A Semana

Notícias

As razões da queda do turismo cabo-verdiano

Sal recebe 37% dos recursos do Fundo do Turismo - PM

Projectos financiados pelo BADEA ultrapassam seis milhões de contos

Grupo TUI constrói hotel de cinco estrelas no Sal