Capital já tem um Plano Municipal para a Integração de Imigrantes

A Câmara Municipal da Praia aprovou o Plano Municipal para a Integração de Imigrantes (PMII) visando a plena integração, cidadania e bem-estar dos imigrantes e das suas famílias na capital do país.

Conforme o Boletim Oficial (B.O.) desta segunda-feira, a deliberação foi aprovada na reunião ordinária da autarquia do passado dia 22 de Agosto.

Segundo o documento, a câmara, desde 2009, vem desenvolvendo instrumentos de politica local, nomeadamente, através da institucionalização de uma data municipal, criando condições de acesso igualitárias à educação para crianças migrantes e descendentes de comunidades imigrantes, promovendo e apoiando as associações de imigrantes sediadas no município.

No B.O. pode ler-se que o número de imigrantes no município representa, de acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), 4,9% da população.

A elaboração PMII do município da Praia foi feita em parceria com Direção Geral da Imigração (DGI), com a assistência técnica do Centro Internacional para o Desenvolvimento de Políticas Migratórias (ICMPD, na sigla em Inglês) e a colaboração dos munícipes.

De acordo com a edilidade, o PMII surge no âmbito do desenvolvimento das politicas nacionais de acolhimento e inclusão social de imigrantes.

Visa, sobretudo, definir as linhas estratégicas de atuação municipal para enquadrar e melhorar as condições existenciais destes indivíduos e suas famílias e apoiar no processo de documentação e integração na comunidade local e na sociedade cabo-verdiana.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Cabo Verde não deve competir pelo preço com outros destinos turísticos, avisa CEO da Oásis

Projeto "Volunturismo" movimenta cerca de 30 turistas para São Vicente

Santa Cruz: Autarquia quer transformar município num destino turístico de excelência

Porto Novo recebe investimentos privados nas pescas à volta de 70 mil contos

São Vicente vai acolher missão empresarial alemã com foco nas energias renováveis