Capital cabo-verdiana ganha empreendimento turístico de 50 milhões de euros

Um empreendimento turístico avaliado em 50 milhões de euros começa a ser construído, no segundo semestre deste ano, na zona marginal da Quebra Canela, na Cidade da Praia, em Cabo Verde.

Denominada “KK”, esta unidade turística, gerida pelo “Eurostar Hotels”, do Grupo Hotusa, terá duas torres, das quais uma com um Business Hotel de cinco estrelas e outra com apartamentos para fins lucrativos.

O prazo de execução deste empreendimento, que terá uma área bruta de construção de 75 mil metros quadrados, combinando hotelaria, comércio e habitação, é de 36 meses.

De acordo com uma nota do promotor do investimento, o empreendimento está desenhado pela equipa projetista das empresas Proman Saraiva, Associados e JS-CV para oferecer à capital cabo-verdiana “um marco arquitetónico combinando formas e a paisagem do lugar”.

O grupo KK define-se como uma sociedade de direito cabo-verdiano, cujo acionista maioritário é a JS-CV Construções, investimento que, atualmente, exerce atividades em Cabo Verde, também com projetos virados para o mercado angolano e almeja fazer deste empreendimento um projeto bandeira do grupo em Cabo Verde.

Fonte: Panapress

Notícias

Açores apoia Cabo Verde na valorização das cadeias de valor agrícolas

FIC “despede-se” da Laginha com balanço positivo

Cabo Verde lança isenções fiscais para tentar captar investimento de emigrantes

Governo e Câmaras de Comércio oficializam transferência de competências