Cabo Verde leva cinco atletas aos Jogos Olímpicos Rio 2016

Cabo Verde vai estar representado por cinco atletas nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro (Rio 2016) que começam a 2 de agosto nesta cidade brasileira, apurou a PANA, terça-feira, na cidade da Praia, de fonte desportiva.

Maria “Zezinha” Andrade (taekwondo), Davilson Morais (boxe) e Jordi Andrade (400 metros barreiras) são os três atletas cabo-verdianos que obtiveram a qualificação por mérito, enquanto a velocista Lidiane Lopes foi contemplada pela Solidariedade Olímpica com um "wild-card", o mesmo acontecendo em relação a Elyane Boal (ginástica rítmica).

De acordo com fonte do Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC), a comitiva que vai participar no Rio 2016 integra ainda cinco treinadores, três médicos e fisioterapeuta, um chefe de missão, a presidente do COC, um jornalista e um secretário-geral.

Trata-se da maior representação de sempre de Cabo Verde nos Jogos Olímpicos de Verão, o que, segundo a presidente do COC, Filomena Fortes, é uma prova de que o desporto cabo-verdiano está a avançar, ainda que haja necessidade de fazer maior trabalho de base.

Todos os atletas cabo-verdianos estão em estágio fora do país (Davilson Morais em Cuba, Zezinha Andrade e Jordi Almeida nos Estados Unidos, Eliane Boal no Brasil e Lidiane Lopes em Portugal).

Cabo Verde vai participar também nos Jogos Paraolímpicos Rio 2016, que decorrem entre 7 e 18 de setembro do mesmo ano, com dois atletas que se qualificaram por mérito para a competição.

Gracelino Barbosa, atleta de 28 anos, nascido no Tarrafal de Santiago, é recordista do mundo nos 110 metros barreiras, conquistado no IX Campeonato do Mundo para atletas com deficiência intelectual (T/F-20) na cidade de Praga, República Checa.

Já Márcio Fernandes obteve o passaporte para o Brasil ao vencer as provas de lançamento de dardo e disco nos Jogos Africanos.

Fonte: Panapress

Notícias

Porto Novo: Museu das Romarias pronto para receber visitas nas próximas festas de São João – ministro da Cultura

Parque Tecnológico derrapa 30% do custo inicial mas vai ajudar a transformar Cabo Verde num “país digital”, garante Governo

Conselho de Ministros aprova lei que institui Zona Económica Especial de Economia Marítima em São Vicente

Missão empresarial de Cabo Verde em Portugal visita Marinha Grande para “aprender com os melhores” em investigação e design industrial

"Batuka". O novo video de Madonna com a Orquestra Batukadeiras