Projeto Raízes promove encontro com operadores turísticos da ilha de Santo Antão

O objectivo passa pela recolha de subsídios dos operadores turísticos na identificação de problemas e soluções do sector, tendo em vista a construção de um Plano de Ação para o turismo sustentável em Santo Antão.

O Projeto RAÍZES – Redes Locais para o Turismo Sustentável e Inclusivo em Santo Antão, cofinanciado pela União Europeia, a ADPM e outros parceiros, promove no próximo dia 21 de Setembro pelas 9h, no salão Nobre da Câmara Municipal da Ribeira Grande, uma sessão de trabalho com os operadores turísticos da ilha de Santo Antão.

O objectivo passa pela recolha de subsídios dos operadores turísticos na identificação de problemas e soluções do sector, tendo em vista a construção de um Plano de Ação para o turismo naquela ilha.

Conforme uma nota de imprensa chegada à nossa redacção, a pertinência desta atividade prende-se com a importância de envolver os operadores turísticos na definição de ações viáveis e sustentáveis, num quadro estratégico de desenvolvimento para a promoção do turismo sustentável na ilha.

O projeto RAIZES é promovido pela ADPM, em parceira com a associações 14 MAIS, ADIRP – Associação de Desenvolvimento da Ribeira das Patas e Associação Dragoeiro, Câmaras Municipais de Paul e Porto Novo e ISCEE – Instituto Superior de Ciências Económicas e Empresariais, contanto ainda como parceiros associados o CNAD – Centro Nacional de Artesanato e Design, IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional, Ministério de Agricultura e Ambiente, Áreas Protegidas de Santo Antão, Ministério da Economia de Cabo verde e Universidade do Algarve.

Fonte: A Nação

Notícias

Preços da oferta turística diminuíram em termos homólogos -5,2% no segundo trimestre de 2019

Mindelo acolhe 72.º Centro de Língua Portuguesa que vai ser inaugurado quinta-feira

Brava: Master plan de turismo é o “guia maior”da planificação estratégica turística para a ilha até 2030 – edil

Novo hospital da Praia é um complemento aos hospitais de Cabo Verde e não vai substituir o HAN – PCA

Câmara Municipal do Sal apresenta plataforma “inovador” GEO Sal