Operadores turísticos satisfeitos com a presença de S. Antão na feira sobre turismo de trekking em França

Santo Antão esteve presente, nos últimos dias, na feira especializada em turismo de trekking, em França, uma participação, a segunda consecutiva, que deixou “muito satisfeitos” os operadores turísticos desta ilha.
A ilha de Santo Antão, que tem no trekking (caminhadas em trilhas em busca do contacto com a natureza) o seu principal produto turístico, esteve representada nessa feira, que se realizou em Lyon, entre os dias 22 e 24 de março, através da agência turística Atlantur, com sede no Porto Novo.
Sandra Pereira, gerente da Atlantur, fez à Inforpress “um balanço muito bom” da presença de Santo Antão nesse evento, que se realiza, anualmente em França, porquanto permitiu divulgar esta ilha e os seus produtos turísticos, com destaque para o trekking, que traz à ilha, anualmente, milhares de turistas, na sua maioria franceses (49%).
Esta foi a segunda presença de Santo Antão na feira do trekking em França, depois da sua participação, em fevereiro de 2018, nesse certame, que teve lugar em Paris.
A França é o principal mercado emissor do turismo em Santo Antão, oferecendo 49% dos turistas que chegam à ilha, seguida da Alemanha (15%) e Bélgica (14%).
Santo Antão, que tem apostado na diversificação da sua oferta turística, tem marcado presença em várias feiras internacionais sobre o turismo, facto que, segundo os operadores, tem contribuído para o crescimento do setor (o turismo em Santo Antão cresceu, no quarto trimestre de 2018, cerca de 14%, face ao período homólogo em 2017).
Em janeiro, a biodiversidade marinha da ilha de Santo Antão, que já está sendo muito explorada, esteve patente em duas feiras turísticas internacionais, na França e Alemanha, através do centro de mergulho Blue Eden Santo Antão, que tem estado a operar, já há algum tempo, no turismo sub-aquático, nesta ilha.
Blue Eden Santo Antão tem apostado, através de eventos nacionais e internacionais, na promoção do turismo sub-aquático em Santo Antão, que dispõe, segundo este operador, de uma das maiores biodiversidades marinhas de Cabo Verde.
Chegam à ilha, anualmente, mais de 26 mil turistas à procura, sobretudo, da beleza natural de Santo Antão, do contacto com a natureza, da hospitalidade das pessoas, da cultura e gastronomia, mas também para fazer caminhadas e observar a flora e a fauna.
Mais de 80% dos turistas que procuram Santo Antão consideram que a visita corresponde à expectativa e fazem uma “avaliação muito positiva” do turismo que a ilha oferece, conforme um estudo sobre o perfil do turista que visita esta ilha.
O estudo, elaborado no quadro do projeto Raízes (Redes locais para o turismo sustentável e inclusivo em Santo Antão), revela que a maioria dos turistas que chega à região deseja voltar, sendo que 30% considera “muito provável” a possibilidade de regressar.

Fonte: Sapo CV

Notícias

Conselho de Ministros aprova lei que institui Zona Económica Especial de Economia Marítima em São Vicente

Missão empresarial de Cabo Verde em Portugal visita Marinha Grande para “aprender com os melhores” em investigação e design industrial

"Batuka". O novo video de Madonna com a Orquestra Batukadeiras

Ginástica Rítmica: Noa Veiga representa Cabo Verde no Mundial de Júniores na Rússia

São Tomé e Príncipe e Cabo Verde celebram acordo de supressão de vistos