Maio: Associação do Turismo congratula-se com o anúncio do Governo em iniciar os trabalhos da requalificação do porto no mês de Maio

O presidente da Associação do Turismo da ilha do Maio Arlindo Cardoso congratulou-se com o anúncio do Governo em iniciar com os trabalhos da requalificação do porto no próximo mês de Maio.

Em declarações, Arlindo Cardoso reconheceu que a acessibilidade tem sido um dos grandes constrangimentos da ilha, pelo que receberam com muita “satisfação” este anúncio do Governo quanto ao arranque da requalificação do atual porto para o mês de Maio.

O responsável disse ainda que “este é algo muito esperado e aguardado pelos maienses”, e por isso adiantou que a ilha está esperançosa com a realização do “grande sonho” de ter um porto com as condições, para receber as embarcações tipo roll-on roll-off, o que vai permitir, segundo destacou, tanto na melhoria de mobilidade de pessoas como dos produtos que são produzidos na ilha.

O presidente da Associação do Turismo da ilha do Maio diz contar nos próximos tempos com uma dinâmica melhor em termos económicos, com “melhor procura e oferta” de turismo. Para tal afiançou que é preciso mais investimentos na ilha em todas as vertentes e, acima de tudo, o alargamento de mais número de ligações, tanto com a ilha de Santiago como as ilhas mais a norte, como Boa Vista e Sal, o que, na sua opinião, vai também impulsionar o desenvolvimento da pecuária, agricultura, pesca e entre outras áreas.

Arlindo Cardoso afirmou que já é visível o interesse dos investidores internacionais para com a ilha, acrescentando que o “Maio tem uma riqueza enorme em termos da sua história, assim como em termos naturais”, prometendo que a associação que representa vai dar o seu “contributo para que a população saia a ganhar”.

Por seu lado, o operador económico Carlos Silva Martins manifestou igualmente a sua satisfação, considerando de “muito importante” a ligação marítima de e para ilha, porque este sector contribui para dinamizar tanto o setor do comércio como o turismo, algo que na sua opinião tem sido muito aguardado pelos maienses.

“Para mim, é uma boa noticia, e acredito que isso vai possibilitar que a ilha possa desenvolver-se, mas para tal esperamos vir a ter uma ligação mais regular e com mais frequência”, disse almejando um futuro “risonho” para ilha nos próximos tempos.

Carlos Silva Martins admitiu, no entanto, que é preciso mais envolvimento dos maienses neste processo, assumindo o desenvolvimento da ilha de frente, para que se possa tirar proveito do sector do turismo, o que na sua opinião não tem acontecido neste momento.

Natália Freire, também uma operadora, expressou a sua satisfação pelo anúncio do Governo em iniciar os trabalhos no próximo mês de Maio. De todo o modo, disse esperar que não seja adiado este arranque, porque a ilha precisa “urgentemente” de dar passos rumo ao seu desenvolvimento que passa pela melhoria da ligação marítima.

“Estamos todos contente com este anúncio. Agora, só esperemos que seja comprido o prazo e que a ilha venha a ter um aumento da ligação, principalmente com a ilha de Santiago”, concluiu.

Fonte: InforPress

Notícias

Conselho de Ministros aprova lei que institui Zona Económica Especial de Economia Marítima em São Vicente

Missão empresarial de Cabo Verde em Portugal visita Marinha Grande para “aprender com os melhores” em investigação e design industrial

"Batuka". O novo video de Madonna com a Orquestra Batukadeiras

Ginástica Rítmica: Noa Veiga representa Cabo Verde no Mundial de Júniores na Rússia

São Tomé e Príncipe e Cabo Verde celebram acordo de supressão de vistos