Ilha do Fogo: Centrum 7 Sóis 7 Luas de São Filipe inaugurado na próxima segunda-feira

O Centrum Sete Sóis Sete Luas (SSSL) de São Filipe, cujo projecto de criação e funcionamento foi apresentado em 2016 (Abril), é inaugurado segunda-feira, 29, pelo Presidente da Republica, Jorge Carlos Fonseca, também presidente honorário do festival.

A inauguração do Centrum, que é uma casa da cultura e um instrumento de desenvolvimento do turismo, enquadra-se na programação do 20º ano em Cabo Verde do Festival Sete Sóis Sete Luas, que, segundo a organização, visa proporcionar “um Outono quente para as ilhas cabo-verdianas com as cores, os sabores e os sons  do Mediterrâneo e do mundo lusófono”.

Segundo uma nota de imprensa da organização do XXVI Festival Sete Sois Sete Luas “a rica programação” que se realiza no âmbito do projecto “a diversidade cultural Cabo-verdiana como instrumento de desenvolvimento do turismo sustentável nas ilhas mais periféricas” conta com o apoio da delegação da União Europeia em Cabo Verde e pela primeira vez a programação incluí exibição de um ciclo de filmes europeus e dos países africanos da língua oficial portuguesa (PALOP).

A anteceder a inauguração, o Centrum SSSL de São Filipe recebe o espectáculo de bicicleta acrobática com Yldor Llach, artista catalão circense da companhia francesa de circo aéreo acrobático «Les P’tits Brás», que apresenta “um original e incrível espectáculo de bicicleta acrobática”, onde interage de uma forma natural e dinâmica com o público e onde as suas virtudes de acrobata  ganham a admiração incondicional de todos, sejam os pequenos como os adultos.

Depois da inauguração está agendada a actuação da Orquestra Popular 7Sóis do Fogo, seguido da apresentação de cinema curto dos PALOP, nomeadamente “Hora di Bai” (Cabo Verde), “Pa Nha Terra” (Guiné Bissau) e “Percursos” (Angola).

No segundo dia das actividades o Centrum SSSL de São Filipe exibe cinema mini (curtas de Suécia), como “As almôndegas suecas”, “Caminhões e almôndegas”, “Booo”, “Eu sou redonda”, cinema jovem (Suécia mais PALOP) como “Astrid”, “Almoçar”, “Indisciplinado”, “Mina Kià” (São Tomé), seguido de um concerto musical com o grupo Korrontzi (Espanha) e cinema europeu “A Máfia só mata no verão” (Itália).

O último dia da programação é preenchido com o concerto musical do grupo Tammorra (Sicília, Itália).

O grupo Tammorra, formado em 1992,   reinterpreta os ritmos, as melodias e as danças da Sicília e das diferentes culturas mediterrânicas, sendo que para este grupo, a música é a expressão da alma de um povo, do modo de sentir o amor, a morte, a alegria, a magia, a vida, enquanto o “Os Korrontzi” é um dos grupos mais conhecidos da música do Pais Basco.

O grupo descobriu a antiga tradição do “triki” (“concertina”) e assim faz uma homenagem a cultura popular basca, dando-lhe uma lufada de ar fresco, com influências de todo o mundo, proporcionando um concerto cheio de energia e de alegria, onde a música e a dança fundem-se num estado incandescente.

Da programação para este ano consta ainda a passagem pelo Centrum do chef  valenciano Victor Basset que traz os sabores mediterrâneos de Espanha e do renomado músico português, Luís Peixoto para realizar masterclass para a banda Sete Sóis de São Filipe, assim como a exposição de pintura “sensitivity of simulacra” da artista Eslovénia, Gani Llalloshi, que vai estar patente ao público até 22 de Dezembro.
Fonte: InforPress

Notícias

Porto Novo: Museu das Romarias pronto para receber visitas nas próximas festas de São João – ministro da Cultura

Parque Tecnológico derrapa 30% do custo inicial mas vai ajudar a transformar Cabo Verde num “país digital”, garante Governo

Conselho de Ministros aprova lei que institui Zona Económica Especial de Economia Marítima em São Vicente

Missão empresarial de Cabo Verde em Portugal visita Marinha Grande para “aprender com os melhores” em investigação e design industrial

"Batuka". O novo video de Madonna com a Orquestra Batukadeiras