Governo quer uma formação profissional de excelência para os jovens cabo-verdianos (rectificada)

O secretário de Estado para Inovação e Formação Profissional, Pedro Lopes, reiterou hoje que o desejo do Governo é no sentido de “garantir uma formação profissional de excelência ” aos jovens cabo-verdianos.

O governante fez estas declarações durante uma visita que o vice-primeiro- ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, realizou ao Centro de Formação Profissional da Praia.

Segundo Pedro Lopes, o executivo quer que a formação profissional seja “sustentável e ligada ao mercado” local.

Instado sobre a meta do Governo em relação à redução do desemprego que, conforme consta, neste momento, é de 15%, Pedro Lopes deixou transparecer que isto depende do crescimento económico do país.

Quanto ao subsídio do desemprego, disse que este processo está na “fase de finalização”, ressaltando que se trata de um “esforço conjunto” que envolve não só o Governo, mas também as câmaras municipais, sociedade civil e, acima de tudo, os jovens.

“Se tivermos formação de excelência e com jovens com vontade de excelência, o pais vai crescer”, precisou Pedro Lopes, lembrando que este é o objectivo do Governo.

Para o presidente do conselho de administração do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), Paulo Santos, a visita do vice-primeiro àquele Centro de Emprego e Formação Profissional foi “muito importante” porque, por um lado, lhe permitiu inteirar-se das actividades da instituição e, por outro, conhecer as dificuldades com que se depara.

Na perspectiva de Paulo Santos, a promoção do emprego constitui um dos “principais desafios” do IEFP que aposta no aumento do rendimento para as famílias cabo-verdianas.

Por sua vez, Olavo Correia entende que o IEFP existe para “servir os jovens cabo-verdianos” no sentido de conseguirem um emprego.

Num curto discurso de apresentação, o vice-primeiro-ministro garantiu que o IEFP pode contar com o Governo no sentido de aquele instituto ser uma instituição ao “serviços jovens cabo-verdianos, do emprego e do rendimento”.

Fonte: InforPress

Notícias

Preços da oferta turística diminuíram em termos homólogos -5,2% no segundo trimestre de 2019

Mindelo acolhe 72.º Centro de Língua Portuguesa que vai ser inaugurado quinta-feira

Brava: Master plan de turismo é o “guia maior”da planificação estratégica turística para a ilha até 2030 – edil

Novo hospital da Praia é um complemento aos hospitais de Cabo Verde e não vai substituir o HAN – PCA

Câmara Municipal do Sal apresenta plataforma “inovador” GEO Sal