Eslovénia desembolsa 2,4 milhões de euros para reforçar telemedicina em Cabo Verde

A Eslovénia disponibilizará mais dois milhões e 400 mil euros para Cabo Verde destinados ao desenvolvimento de um projeto de telemedecina.

O financiamento da Eslovênia, colaborador do arquipélago cabo-verdiano nesta matéria, permitirá garantir, a partir das infraestruturas tecnológicas já existentes, a ligação à rede dos principais centros de saúde e hospitais do país, de acordo com a fonte.

O anúncio deste financiamento, a ser a terceira fase do projeto, foi pelo ministro cabo-verdiano dos Negócios Estrangeiros, Luís Filipe Tavares, durante uma conferência de imprensa onde apresentou o resultado dum seu recente périplo pela Europa Central e Oriental.

A viagem, disse o governante, inscreveu-se no âmbito de uma missão de sensibilização e reforço da Parceria Especial Cabo Verde/União Europeia.

Atualmente, a telemedicina, implementada em cabo Verde desde julho de 2012, já é uma realidade que permite às unidades de saúde estarem ligadas ao exterior, o mesmo acontecendo com centros de saúde ou hospitais implantados em diversas ilhas do país com hospitais centrais.

Fonte: Panapress

Notícias

Mensagem da AAVTCV desperta interesse e curiosidade aos operadores e empresários russos por Cabo Verde

África e a quarta revolução industrial

Verbas para instalação do Instituto de Ciências e Tecnologias Agrárias alocadas no OE para 2020

Ilha do Sal: Festival da Praia de Santa Maria vai decorrer sob o lema “Morna a património da humanidade”

Santo Antão: Portal sobre o ecoturismo na ilha já está disponível em três línguas